Wavegarden vai à Ásia

Wavegarden promete construir na Coreia do Sul o maior parque de ondas artificiais do mundo.

0

A tecnologia basca de ondas artificiais Wavegarden promete construir na Coreia do Sul o maior parque de ondas artificiais do mundo.

Chamado de Turtle Island, o complexo fica colado ao mar da cidade de Siheung, a uma hora da capital Seul. Será o primeiro destino totalmente voltado ao surfe e às atividades aquáticas no país.

Para realizar este mega projeto, a empresa de San Sebastian assinou um contrato em novembro com a Daewon Plus Construction, uma das principais empresas de desenvolvimento imobiliário e parques temáticos da Coreia.

Nesta quarta-feira (6), a Wavegarden informou em comunicado que o parque com ondas artificiais abrirá em 2020 e já começou a ser desenvolvido. Ele terá diferentes instalações e atividades aquáticas, em um espaço de uso misto que deve custar mais de 2 bilhões de euros.

Projeto do mega complexo aquático em Siheung, Coreia do Sul.

Mas o elemento central será mesmo a lagoa de surfe Wavegarden Cove, com água azul-turquesa e capacidade para gerar até 1.000 ondas de tamanho e força variados. Ela promete ser adequada para todos os públicos, de iniciantes a profissionais, informa a empresa.

Atividades como caiaque, SUP e natação com ondas ou em águas calmas também poderão ser praticadas no Turtle Island, que terá uma praia de quase um quilômetro de extensão.

A Wavegarden atualmente está construindo duas instalações da Wavegarden Cove, em Melbourne (Austrália) e Bristol (Reino Unido), ambas com inaugurações planejadas para este ano, além de outros 28 contratos em diferentes estágios de desenvolvimento espalhados pelos cinco continentes.