Surf Ranch vai à Austrália

Kelly Slater Wave Company anuncia projeto milionário para levar o Surf Ranch a Sunshine Coast, leste da Austrália.

0
Construção do Surf Ranch na Austrália custaria cerca de US$ 70 milhões.

O boato de que Kelly Slater pretendia levar o Surf Ranch à Austrália confirmou-se nesta sexta-feira (27), segundo matéria divulgada pelo jornal Sunshine Coast Daily e reproduzida pelo site Swell.net.

De acordo com as publicações, o responsável pela futura filial do Rancho é Andrew Stark, ex-CEO da Associação Australiana de Surf (Surfing Australia), que há cerca de um ano juntou-se à WSL e ao onze vezes campeão mundial como chefe de operações da Kelly Slater Wave Company (KSWC) para a Oceania.

Stark disse ao Sunshine Coast Daily que a localização da nova piscina se encaixa naturalmente no meio ambiente da região do leste australiano. “Escolhemos Sunshine Coast por causa das boas temperaturas durante o ano inteiro e do DNA da região”, explica Stark.

Stark disse ainda que a piscina fomentaria o desenvolvimento turístico do local, assim como seria um estímulo econômico significativo para a criação de novos empregos. O projeto incluiria o desenvolvimento de um eco-lodge, instalações para eventos e treinamento, acomodações para turismo, espaços públicos abertos e um centro de excelência ambiental.

A construção da piscina custaria cerca de US$ 70 milhões e, embora a localização exata não tenha sido confirmada, acredita-se que o Ranch australiano seja anexado às instalações esportivas previstas para a cidade litorânea de Coolum.

Em junho deste ano, a WSL desistiu de construir uma unidade do Surf Ranch na Flórida, costa leste dos EUA. Mesmo depois de adquirir o terreno, o alto nível dos lençóis freáticos e outras condições naturais da região foram a razão pela qual o projeto não tenha saído do papel, de acordo com a entidade.