Escobar desbanca favoritos

Capixaba de 24 anos, Alexandre Escobar supera falta de patrocínio e desponta como revelação do longboard nacional.

0
Alexandre Escobar ficou com a segunda posição do Oi Longboard Pro na Barra da Tijuca.

O capixaba Alexandre Escobar desbancou ícones do pranchão para garantir um lugar no pódio no Oi Longboard Pro, etapa do circuito mundial da WSL realizada na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ).

Com uma bela performance, ele superou favoritos como Phil Rajzman e Marcelo Freitas, sendo barrado apenas pelo atual bicampeão mundial Piccolo Clemente na final.

De Jacaraípe, Escobar chegou ao Rio embalado ainda pela vitória em março passado na abertura do circuito brasileiro na categoria Open, nas ondas de Jericoacoara (CE). Agora, arrematou um brilhante vice-campeonato na etapa do sul-americano de longboard – ausente do país por 10 anos.

“No começo as condições estavam difíceis, com ondas muito grandes e perigosas. Muitos nem treinaram no local do evento com receio de quebrar as pranchas. Para mim a maior dificuldade é participar, pois sem patrocínio principal o custo é muito alto. Fiz uma rifa de um pranchão, cedido pelo meu apoiador de pranchas e consegui chegar junto”, diz Escobar.

Com a conquista, ele tem chances de disputar o mundial no final do ano no Taiwan, basta manter a posição no ranking na próxima prova que acontecerá em Maresias em novembro. “Agora vou com tudo para a próxima etapa, a segunda colocação é um ótimo resultado. Meu foco é o título de campeão sul-americano, não posso me acomodar”, disse Escobar.

Sem um patrocinador principal, o atleta conta apenas com o apoio das pranchas HotSummer. “Teremos grandes eventos na Espanha, Nova York, Japão e preciso batalhar pra chegar nessas etapas. Estou em busca de um grande patrocinador, atualmente só o Maurício (da HotSummer) me patrocina, tenho que vender os equipamentos pra conseguir viajar. Espero que esses resultados abram as portas”, deseja Escobar.

Alexandre Escobar começou a surfar em 2006 e passou a competir de pranchinha, no ano seguinte, revelado pela na Associação de Surf do Espírito Santo. Venceu nas categorias de base, conquistando o título capixaba em 2014.

A transição para o longboard rolou de maneira inusitada. “Um amigo ia competir, mas teve um contratempo. Ele me deu a vaga, deixou a prancha. Competi, ganhei o campeonato com direito a nota 10. Dali comecei a levar mais a sério”, explica.

Em três anos de circuito brasileiro, conseguiu se firmar nas primeiras posições e agora sonha também com este título. “Espero chegar ao topo do ranking brasileiro, pois o circuito é muito forte, com talentos de destaque mundial. São grandes nomes, com baterias muito complicadas e bem puxado”, destaca o atleta.

Para acompanhar o atleta, siga o perfil @escobarjr1 no Instagram. Para saber como patrociná-lo, entre em contato pelo telefone (0xx27) 99522 0617.