Chloé é prata

Chloé Calmon encerra participação no Mundial da ISA em segundo lugar; Brasil fica com medalha de cobre por equipes.

2

A brasileira Chloé Calmon levou a medalha de prata no Mundial de Longboard da ISA (International Surfing Association), encerrado nesta quinta-feira (25), em Riyue Bay, ilha de Hainan, China. O resultado ajudou o Brasil a levar a medalha de cobre por equipes, enquanto o ouro acabou com o time norte-americano.

Graças a três medalhas individuais – Tory Gilkerson (ouro) no Feminino e Tony Silvagni (bronze) e Kevin Skvarna (cobre) no Masculino -, a equipe dos EUA saiu com a vitória no Mundial de Longboard.

“Estou mais do que emocionada com essa vitória, não só por mim, mas por minha equipe também”, comenta Gilkerson, que na decisão superou a carioca Chloé Calmon em boas esquerdas de meio metro.

A decisão foi uma reedição da final da repescagem, na qual Chloé tinha levado a melhor. No entanto, na grande final, Gilkerson deu o troco. Ela anotou 8.67 e 7.63 nas melhores ondas e Chloé ficou com 7.77 e 7.50. O resultado final foi de 16.30 a 15.27 para a norte-americana.

Já a medalha de bronze ficou com a até então invicta havaiana Honolua Blomfield, com 13.34 no somatório. O cobre foi para a japonesa Natsumi Taoka, com 12.90.

Na decisão do Masculino, o havaiano Kai Sallas sobrou com o melhor somatório de todo o evento (19.04) para superar o peruano Piccolo Clemente e os norte-americanos Tony Silvagni e Kevin Skvarna.

“Estou muito orgulhoso em vencer a final contra esses surfistas fantásticos”, comemora Sallas. “As ondas estiveram perfeitas. O Havaí tem grandes surfistas, espero que no próximo ano possamos brigar pelo ouro”, finaliza o campeão masculino e medalhista de bronze por equipes.

A medalha de prata por equipes ficou com o Peru, liderado pela grande atuação de Piccolo Clemente. Havaí com o bronze e Brasil com o cobre completaram a grande festa da ISA na ilha de Hainan.

Os outros brasileiros convocados para o Mundial não participaram do dia decisivo. Ayllar Cinti terminou o evento na 21o posição entre as mulheres, Phil Rajzman foi o 16o e Carlos Bahia o 19o entre os homens.

Resultados

Masculino

1 Kai Sallas (HAV)
2 Benoit Clemente (PER)
3 Tony Silvagni (EUA)
4 Kevin Kvarna (EUA)

Feminino

1 Tory Gilkerson (EUA)
2 Chloe Calmon (BRA)
3 Honolua Blomfield (HAV)
4 Natsumi Taoka (JAP)

Equipes

1 EUA
2 Peru
3 Havaí
4 Brasil
5 Inglaterra
6 Austrália