WSL freia empolgação

WSL adota cautela com a resolução aprovada no Havaí que facilita a inclusão das mulheres nos eventos realizados no North Shore de Oahu.

0
Laurent Masurel
Tyler Wright, Stephanie Gilmore e Carissa Moore durante bateria especial no Billabong Pipe Masters de 2014.

Na última quarta-feira (29), a Resolução 20-12 foi aprovada pelo conselho da Cidade de Honolulu e deu um grande passo para a inclusão das mulheres nos eventos realizados no North Shore de Oahu, Havaí.

A iniciativa foi encabeçada por surfistas profissionais como Bianca Valenti e Keala Kennelly, além da representante local Heidi Tsuneyoshi, do Comitê para a Igualdade no Surfe Feminino.

A Resolução visa incentivar os promotores de competições no North Shore a incluir a categoria feminina em cada evento realizado na região, garantindo também a igualdade de prêmios.

Quem reforçou o coro foi a atriz norte-americana Kate Bosworth, protagonista do lendário filme A Onda dos Sonhos, no qual dropava as ondas de Pipe em um fictício campeonato feminino.

Mas, em nota divulgada na última terça-feira (4), a WSL adotou cautela e freou a empolgação das mulheres de competir em Pipeline ou participar dos eventos da Tríplice Coroa Havaiana ainda nesta temporada.

“A WSL apoia a Resolução 20-12 e parabeniza o trabalho de Heidi Tsuneyoshi e do Comitê para a Igualdade no Surfe Feminino. Somos defensores de todas as medidas positivas que beneficiam a igualdade de gênero e permanecemos profundamente comprometidos com o desenvolvimento do surfe feminino, visando o crescimento sustentável a longo prazo”, diz a nota enviada pela entidade.

View this post on Instagram

Repost from @surfequity using @RepostRegramApp – The Committee for Equity in Women’s Surfing received an honorary certificate from the Honolulu City Council. Resolution 20-12 was unanimously approved. Thank you Councilmembers! #surfequity #sportequity

A post shared by Keala Kennelly (@kealakennelly) on

Como a Resolução acabou de ser aprovada, e as permissões e horários dos nossos eventos já foram estabelecidos há vários meses, atualmente não estamos em posição de nos comprometermos em adicionar uma categoria feminina para nossos eventos no North Shore. Planejamos ter mais discussões com o Departamento de Parques e Recreações de Honolulu sobre isso para entender seu cronograma e a possível integração de uma divisão de mulheres em eventos no North Shore para os quais já foram emitidas licenças”, continua a WSL.

“Esperamos continuar trabalhando com o Conselho da Cidade de Honolulu e nossos parceiros para explorar oportunidades sustentáveis para a expansão do surfe feminino, tanto no North Shore, como em todo o mundo. Também nos orgulhamos do progresso que fizemos até o momento, incluindo o aumento de 200% no número de eventos femininos do Qualifying Series de 2014 a 2020, além da igualdade na premiação em dinheiro para homens e mulheres em todos os eventos de propriedade e operação da WSL desde 2019”, finaliza a entidade.

Atualmente, o único evento da WSL disputado pelas mulheres no Havaí é a etapa final do Championship Tour, realizado no mês de dezembro em Honolua Bay, ilha de Maui.

Sem contar baterias especiais promovidas durante o CT masculino em Pipe, a última vez que as mulheres participaram de um evento profissional no North Shore de Oahu foi em 2010, com a O’Neill Women’s World Cup em Sunset Beach. A disputa foi válida como última etapa do antigo WCT.

View this post on Instagram

Today, the City Council of Honolulu will vote on a resolution to allow the inclusion of women in North Shore contests. In 2002 Blue Crush inspired young girls everywhere to pick up a board, it’s time that they get the same opportunity to fight for the same trophy boys do on the same big wave. Share this post if you agree! 🏄‍♀️🤙🏻 (2nd slide w/ the baddest of them all @kealakennelly 😘)

A post shared by Kate Bosworth (@katebosworth) on

View this post on Instagram

Success! Resolution 20-12 has been adopted. Thank you 🙏🏽 to all the council members for voting 🗳 unanimously to support equality and for all of your kind words. You can expect to see more surfing events for women on the North Shore next Winter! 🌊 @heiditsuneyoshicitycouncil @kymberlypine @surfequity

A post shared by Keala Kennelly (@kealakennelly) on