Tati fora da briga

Tatiana Weston-Webb cai em La Nord e termina em quinto lugar no Roxy Pro France.

0
Tatiana Weston-Webb está fora do Roxy Pro France.

A brasileira Tatiana Weston-Webb está fora do Roxy Pro France. Nesta terça-feira (8/10), apenas as mulheres foram para a água nas ondas volumosas de 2 metros em La Graviere, França.

Pela primeira vez no evento, o pico de outside de La Nord foi utilizado. As melhores atuações do dia ficaram por conta da havaiana Carissa Moore e da francesa Johanne Defay, que eliminaram Tati Weston-Webb e a australiana Sally Fitzgibbons, respectivamente.

Tati viu Carissa abrir a bateria com uma nota 8.67 e teve muita dificuldade para reagir nas direitas cheias de La Nord. A brasileira criada no Havaí obteve apenas 4.83 e 4.00 nas duas melhores ondas, e ainda viu a adversária sacramentar a vitória com uma nota 6.93 na última onda.

“Eu acho que hoje (terça-feira) está até um pouco parecido com Sunset Beach (no Havaí), porque o mar está bem forte lá fora”, disse Carissa Moore. “Mas nada realmente se compara. Aqui é um beach break, o lineup está em constante movimento e isso é único e especial. É raro ver a número 1 e a número 2 do ranking se enfrentando antes da final e acredito que será um confronto divertido. A Lakey (Peterson) está surfando muito bem e já estou empolgada para fazer este confronto com ela”.

Carissa Moore arrepia as direitas francesas para seguir adiante na prova.

Também estão nas semifinais a francesa Johanne Defay e as californianas Lakey Peterson e Caroline Marks. Johanne totalizou 15.40 pontos para bater a australiana Sally Fitzgibbons, enquanto Lakey e Carol derrotaram a havaiana Malia Manuel e a californiana Courtney Conlogue, respectivamente.

“Eu me diverti muito lá fora”, disse Johanne Defay. “Eu fiquei um pouco cética quando eles nos mandaram para La Nord (outro pico em La Graviere) na enchente da maré, mas com 50 minutos de bateria, realmente tivemos tempo de encontrar as ondas certas e conseguir aquele 9,40 foi demais. A onda tinha uma parede enorme e eu dei tudo de mim naquelas manobras. Estou muito feliz pela classificação e tomara que as condições continuam assim, desafiadoras”.

Na quarta-feira (9), a tendência é de que as ondas devem bombar ainda mais, podendo atingir os 5 metros de face nas maiores séries, mas com vento maral moderado a forte durante todo o dia. A WSL já anunciou folga antecipada e a tendência é de que a prova tenha continuidade na quinta-feira e seja finalizada na sexta.

O swell deve perder um pouco de força na quinta, com as ondas quebrando de 2,5 a 4 metros de face, mas com ventos melhores.

Na sexta, são esperadas ondas de 2 a 2,5 metros de face pela manhã, com ventos favoráveis.

A próxima chamada acontece na quinta-feira (10/10), às 3:30h (horário de Brasília).

Johanne Defay também avança em grande estilo.

Roxy Pro France 2019

Quartas de final

1 Lakey Peterson (EUA) 12.60 x 9.77 Malia Manuel (HAV)
2 Carissa Moore (HAV) 15.60 x 8.83 Tatiana Weston-Webb (BRA)
3 Johanne Defay (FRA) 15.40 x 9.26 Sally Fitzgibbons (AUS)
4 Caroline Marks (EUA) 12.57 x 8.16 Courtney Conlogue (EUA)

Semifinais

1 Lakey Peterson (EUA) x Carissa Moore (HAV)
2 Johanne Defay (FRA) x Caroline Marks (EUA)