Ubatuba recebe decisão

Decisão do título paulista profissional acontece neste fim de semana (23 e 24) na Praia Grande, Ubatuba (SP).

0
Robson Santos é um dos destaques do Paulista Pro em Ubatuba (SP).

Marcada na história do surfe brasileiro por receber os grandes festivais nacionais na década de 70, que impulsionaram as competições da modalidade no Brasil, a Praia Grande, em Ubatuba (SP), volta a ser o palco de um importante campeonato.

Neste sábado e domingo (23 e 24), o Surf Trip apresenta Onbongo Pro Contest reunirá mais de 60 atletas de nove estados para definir o título paulista profissional e, dependendo dos resultados, também pode decidir o novo campeão brasileiro pela Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp).

As baterias têm início às 8 horas, com transmissão ao vivo pela internet no site da Federação Paulista de Surf. Em jogo, R$ 30 mil de premiação, sendo R$ 8 mil ao vencedor, além dos 3.000 pontos na disputa nacional, que é liderada por Igor Morais, de São Sebastião. “Será um evento importante para mim, pois temos dois títulos em jogo, o paulista e o brasileiro. Vou com tudo, me sinto preparado para este desafio, bem treinado e com bons equipamentos”, fala Iguinho.

“Já competi uma vez em Praia Grande, é uma onda bem manobrável e acredito que meu surf encaixa muito bem naquele tipo de mar”, conta o surfista, falando da expectativa de também ser campeão brasileiro. “É um dos meus objetivos e nunca me senti tão preparado para conquistá-lo. Estou confiante, bem na parte física e mental, sem falar das minhas pranchas, que estão voando”, ressalta o atleta da equipe Natural Art, que tem apoios da Flow, Adriano Nunes Surfboards, Armamento Rebelde, Savannah Steak House e Seesp.

Junto com ele, os outros quatro primeiros do ranking estão confirmados no evento e quem chama atenção é o experiente Raoni Monteiro, de Saquarema, que já fez parte da elite mundial e aparece em quarto lugar, dando trabalho para os mais novos. Hizunomê Bettero é mais um nome forte, é o atual vice-líder do Brasileiro e compete “em casa” com chances de fazer história, tentando o tricampeonato estadual. Outro talento local é Wesley Leite, atual quinto colocado na Abrasp, e completa a lista dos top 5, José Eduardo, o Dudu, de Búzios, hoje na terceira colocação.

Outros competidores aparecem como destaques, como Robson Santos, de São Sebastião, que já foi campeão sul-americano da WSL e este ano representou o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Lima. Surfista mais experiente em atividade no Circuito, o cearense Dunga Neto é mais um nome de ponta entre os inscritos.

A nova geração também aparece forte e entre os candidatos a brilhar entre os profissionais estão Daniel Adisaka, criado nas ondas ubatubenses e atualmente morando em Maresias, atual bicampeão estadual sub 18; Cauã Gonçalves, de São Sebastião, que acaba de conquistar o título paulista sub 16; e Ryan Kainalo, de Ubatuba, que este ano faturou seu sexto título estadual, desta vez na sub 14, uma marca nunca vista antes.