Raoni e Camila no topo

Saquaremense Raoni Monteiro e ubatubense Camila Cassia são os campeões das categorias profissionais do Maricá Surf Pro / AM, etapa do Circuito Estadual do Rio válida também pelo ranking nacional da Abrasp.

0
Raoni Monteiro achou as boas, soltou as manobras e venceu.

Os primeiros campeões do Maricá Surf Pro / AM 2019 foram conhecidos neste sábado, na cidade da Região dos Lagos, Rio de Janeiro. Em mais um dia de altas ondas em Ponta Negra, com séries de até 1,5 metro e excelente formação, o saquaremense Raoni Monteiro e a ubatubense Camila Cassia faturaram as categorias profissionais.

As semifinais masculinas começaram com o paulista de Camburi Renan Pulga batendo forte nas esquerdas com seu potente e afiado backside. A segunda vaga na final ficou entre o carioca Vitor Ferreira e o cearense Artur Silva. Surfista de base goofy, Vitor rasgou forte de frontside, acertou as junções e levou a melhor por uma pequena diferença. Artur também fez grandes manobras e no final voou numa direita pra tentar a virada, mas caiu na aterrissagem. O ubatubense Wesley Leite não entrou em sintonia com o mar e ficou em quarto.

Renan Pulga foi finalista em Maricá.

A segunda semi masculina começou com um empolgado Raoni Monteiro. O saquaremense acertou duas fortes manobras e abriu com uma nota 9.00 pontos. O ex-top da elite mundial seguiu achando as boas, acertando tudo o que tentava, e disparou na liderança, deixando seus três adversários na briga pela outra vaga na finalíssima. O carioca Leandro Bastos, que defendia o título da competição, estava bem na disputa até o carioca que vive há muitos anos em Saquarema, Leo Neves, acertar uma junção cabulosa, arrancar uma nota 8.00 e pular para segundo para não sair mais. O surfista de Maresias, Igor Morais, fez uma boa onda, mas terminou na quarta posição, bem próximo a Leandro e Leo.

A final masculina terminou com os quatro atletas tendo somatórios bem próximos. Raoni seguiu muito encaixado com as ondas de Ponta Negra, voltou a executar boas manobras de backside e venceu, deixando o também ex-integrantes da elite mundial Leo Neves em segundo, Vitor Ferreira em terceiro e Renan Pulga em quarto.

Logo após a final, Raoni comparou a onda de Maricá com as do seu “quintal” em Saquarema e falou também sobre a vitória. “Eu já tinha vindo aqui umas duas vezes, mas o mar não estava legal e eu não surfei. Mas nos últimos dias deu pra ver que esse pico tem muito potencial. Ele funciona com a mesma direção do swell de Itaúna. Hoje eu surfei em Saquarema, na Vila, e peguei altas ondas, surfei altos tubos, estava muito bom. E aqui é a mesma direção, é a mesma onda, a mesma força de onda e o mesmo tipo de surfe. Ontem eu não consegui me achar muito, mas fui passando as baterias. Hoje eu consegui me achar desde o primeiro confronto e logo na primeira onda já tirei uma nota 9.00 e deu tudo certo. Foram duas baterias iradas, consegui pegar altas ondas, consegui fazer um surfe que eu gosto de fazer e deu tudo certo. Consegui me dar bem, consegui vencer!”, disse o saquaremense, que largou na frente na briga pelo título estadual do Rio em 2019 e que também somou importantes pontos no circuito brasileiro da Abrasp, já que essa etapa valeu como a oitava do tour nacional deste ano.

Pódio Masculino Profissional do Maricá Surf Pro / AM 2019.

Ao contrário dos homens, as meninas já chegaram neste sábado com as finalistas conhecidas, e pouco antes da última bateria profissional masculina elas foram para a água decidir o título. A cabofriense Karol Ribeiro largou bem, e na sequência, a surfista de Búzios, Gabriela Teixeira, fez interferência na saquaremense Kayane Reis. No meio do confronto, a ubatubense Camila Cassia achou uma boa esquerda e não desperdiçou a chance, somando pontos que a colocaram na liderança. Kayane ainda pulou pra segundo, encostando em Camila, mas o título do Maricá Surf Pro / AM 2019 foi mesmo para Ubatuba.

Camila Cassia, a campeã profissional do Maricá Surf Pro / AM 2019.

Esse foi o segundo título de Camila Cassia no circuito nacional da Abrasp no ano, os dois conquistados neste mês de julho. “Estou muito feliz por tudo o que vem acontecendo na minha vida. Na semana passada eu ganhei um campeonato na Ilha do Mel, e neste ganhei mais um, agora aqui em Maricá. Estou amarradona! Na semana que vem já tem outro e já estou focada. Acho que tudo isso que está acontecendo é fruto do trabalho que eu venho fazendo há anos, eu nunca desisti do meu sonho. Eu só tenho que agradecer a todas as pessoas que me ajudam, agradecer ao Maicol, pois ele nunca deixou de acreditar em mim, e ao team Maicol Surf Coach, onde eu trabalho. Graças a essa galera que eu estou aqui hoje comemorando e podendo desfrutar de tudo isso”, disse Camila, que segue na liderança do circuito da Abrasp.

Pódio Masculino Profissional do Maricá Surf Pro / AM 2019.

Disputas amadoras – O sábado também foi marcado pelo início dos duelos entre os surfistas amadores do Maricá Surf Pro / AM 2019. Foram várias notas na casa do excelente, e quem mais se destacou foi Mariana Areno, A carioca arrancou a primeira nota 10 do evento, e na mesma disputa da categoria Feminino Sub 16 conquistou também 8.25. O somatório 18.25 é o maior da competição, um pouco melhor do que os 18.15 do paulista Renan Pulga, conquistados na Masculino Profissional.

Cauã Gonçalves também deu show neste sábado. Na Masculino Pro Junior, o paulista que lidera o ranking da categoria fez 9.50 na primeira fase, e na Masculino Sub 16 arrancou 9.25 dos juízes. Outro Cauã, só que o de sobrenome Costa, cearense radicado no Rio, conquistou um 9.00, que, somado a 8.00, o fez recordista de somatório (17.00) da categoria Masculino Pro Junior.

Caique Nunes foi o melhor na Sub 14 e Rickson Falcão arrebentou na Sub 12, sendo o único surfista da categoria a varar a arrebentação para dropar as ondas da série. Rickson, que é de Saquarema, arrancou as notas 9.00 e 7.25 pontos.

Mariana Areno arrancou uma nota 10 neste sábado em Ponta Negra.

Próxima chamada – A próxima chamada para o Maricá Surf Pro / AM 2019 acontece neste domingo, às 7:30, para um possível início às 8:00.

Ao vivo – O Maricá Surf Pro / AM 2019 está sendo transmitido ao vivo na página da FESERJ – Federação de Surfe do Estado do Rio de Janeiro no Facebook. Para assistir, clique aqui.

Confira todos os resultados e as próximas baterias clicando aqui.

O Maricá Surf Pro/AM 2019 é uma realização da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro – FESERJ com patrocínio da Prefeitura de Maricá através da Secretaria de Esportes e Lazer.

Apoio de Casa&Mar Wellness Hotel and SPA, Casa&Mar Colonial e Maki Boat.

Apoio de mídia do Waves e do SURFLAND (SBT).

Apoio institucional: Associação de Surf e Bodyboard de Ponta Negra (ASBPN) e Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP).