Kauã desafia juniores

Com apenas 9 anos, Kauã Carvalho disputa a categoria Júnior do ALAS Latin Tour em La Bocana, El Salvador.

0
Kauã Carvalho, de apenas 9 anos, ao lado da mãe, Andressa, que também participa do ALAS Latin Tour em El Salvador.

Com apenas 9 anos, o paranaense Kauã Carvalho roubou a cena ao encarar os juniores na etapa decisiva do Alas Latin Tour, que acontece em El Tunco, El Salvador.

Clique aqui para ver mais fotos

Nesta quinta-feira (14/11), o swell perdeu força, mas as ondas seguiram divertidas no pico de La Bocana, especialmente no início da tarde, quando a formação melhorou.

Apesar da derrota na estreia, Kauã não se intimidou com bancada de La Bocana, nem mesmo com adversários mais experientes no outside.

“Foi uma experiência muito legal e estou muito feliz. Peguei duas ondinhas boas, mas não consegui passar, apesar de competir com os juniores”, diz Kauã, atleta de Matinhos, berço de talentos como Peterson Rosa, Jihad Khodr, Bruna Schmitz e Peterson Crisanto, dentre outros.

Cabral Rodriguez, Andressa Carvalho e Kauã: família representa o Brasil na prova.

Os pais do atleta também representam o Brasil na competição. O pai, Cabral Rodriguez, foi eliminado na Open masculina, enquanto a mãe, Andressa Carvalho, aguarda a sua estreia Open feminina. No ano passado, a paranaense ficou em quinto lugar na competição.

As melhores atuações do dia na categoria Júnior ficaram por conta do costa-riquenho Malakai Martínez e dos chilenos Noel de la Torre e Cristobal Montecinos.

Malakai registrou o maior somatório do dia (14.43), enquanto Cristobal arrancou a maior nota (8.67).

Bryan Pérez segue a todo vapor em La Bocana.

Na Open masculina, o local Bryan Peréz voltou a aprontar e conseguiu uma virada emocionante nos segundos finais, pulando de terceiro para primeiro depois de obter a maior nota do dia na categoria (8.33). Destaque também para os costa-riquenhos Noe Mar McGonagle e Anthony Fillingim, autores de 8.00 pontos em suas melhores ondas.

Na briga pelo título do circuito, o líder Maximiliano Cross, do Chile, e o vice-líder Juninho Urcia, do Peru, avançaram no sufoco às oitavas de final, que acontecem no formato homem a homem. A diferença entre eles é de apenas 315 pontos.

Já o equatoriano Jonathan Zambrano, que ocupava a terceira posição e buscava o bicampeonato latino, deu adeus ao evento.

Na oitavas, Maximiliano encara o local Porfirio Alexis Miranda, enquanto Juninho mede forças com Anthony Fillingim, da Costa Rica.

Para acompanhar a transmissão ao vivo, visite o site Alaslatintour.com.

Alexis Porfirio Miranda também está embalado no quintal de casa.

Oitavas de final da Open masculina

1 Lucas Madrid (URU) x Jhony Corzo (MEX)
2 Sean Foerster (CAN) x Bryan Peréz (ESA)
3 Porfirio Alexis Miranda (ESA) x Maximiliano Cross (CHI)
4 Aaron Jesse (EUA) x Lucca Mesinas (PER)
5 Rafael Pereira (VEN) x Erickson Ortiz (ESA)
6 Angelo Bonomelli (CRC) x Israel Barona (EQU)
7 Noe Mar McGonagle (CRC) x Martin Passeri (ARG)
8 Juninho Urcia (PER) x Anthony Fillingim (CRC)

View this post on Instagram

Com apenas 9 anos, o paranaense @kauacarvalho6 desafiou atletas de até 18 anos em ondas servidas na bancada de La Bocana, em El Salvador. Apesar da eliminação em sua estreia na categoria Junior do ALAS Latin Tour, Kauã saiu da água satisfeito com as ondas que pegou e a experiência adquirida na etapa latino-americana. 🎥: @aderoliveira #LaBocana #ElSalvador #AlasLatinTour #Waves #ElTunco

A post shared by Waves (@wavesbr) on