Brasil no topo

Aline Adisaka vence a categoria SUP Surf Feminina e fica em segundo na final contra os homens em El Salvador.

0
Aline Adisaka vence a categoria SUP Surf Feminina e fica em segundo na final contra os homens em El Salvador.

A brasileira Aline Adisaka brilhou na última etapa do ALAS Latin Tour 2019, finalizada neste sábado (16/11), em El Tunco, El Salvador.

Em boas ondas de meio a 1 metro no pico de La Bocana, Aline dominou a categoria SUP Surf Feminino, fazendo bonito também contra os homens ao conquistar o vice-campeonato no SUP Surf Masculino.

Depois de vencer sua bateria de estreia contra os homens, a brasileira disputou a final feminina e totalizou 15.17 pontos na tranquila vitória contra a argentina Lucia Cosoleto
(2a), a mexicana Alejandra Brito (3a) e a salvadorenha Josselyn Alabi, quarta colocada.

Contra os homens, Aline não conseguiu repetir o mesmo desempenho da estreia, quando totalizou 13.66 pontos para bater seus adversários com larga vantagem, mas os 10.10 pontos foram suficientes para garantir a brilhante segunda posição à brasileira, que só perdeu para o peruano Jose Gomez, autor de 14.17.

O terceiro lugar ficou com o chileno Felipe Pizarro, seguido pelo local Marvin Flores.

O sábado definiu também os campeões do circuito latino-americano da ALAS. No Feminino, a peruana Anali Gomez garantiu a taça ainda na sexta-feira, mesmo eliminada, já que suas concorrentes também deram adeus à competição.

Mesmo eliminado na sexta-feira, Juninho Urcia fica com o título latino-americano entre os homens.

A etapa foi vencida pela surpreendente canadense Bethany Zelasko, que roubou a cena ao derrotar a favorita equatoriana Dominic Barona (2a), a argentina Lucia Cosoleto (3a) e a venezuelana Rosanny Alvarez.

Entre os homens, o título foi decidido pelo regulamento. O uruguaio Lucas Madrid precisava passar mais uma bateria para ultrapassar o peruano Juninho Urcia, elimina na sexta. Em um confronto eletrizante na abertura das quartas, Madrid acabou caindo diante do local Bryan Perez, mas fez um protesto à ALAS para ser declarado campeão da temporada, já que Urcia estava computando os pontos da etapa anterior, no México, mesmo sem ter retirado a lycra para desafiar as bombas de 6 a 10 pés em Puerto Escondido.

Como também não havia apresentado uma carta informando o motivo da ausência na bateria, Urcia acabou penalizado pela ALAS e perdeu os pontos da etapa mexicana, o que tornou Lucas Madrid o novo campeão do circuito.

Noe Mar McGonagle vence a Open masculina em La Bocana.

Incentivado pela torcida, Peréz ainda derrotou o sempre competitivo peruano Lucca Mesinas na semifinal, mas não conseguiu parar o costa-riquenho Noe Mar McGonagle na grande decisão.

McGonagle vinha arrepiando em seus confrontos neste sábado, sempre atingindo a casa dos 16 pontos, e na final não foi diferente.

Com muita raça e sem apostarem nas manobras aéreas, os dois atletas brigaram pela vitória do início ao fim, se revezando na liderança em La Bocana.

Com 7.50 e 8.83 – dando-se ao luxo de descartar outro 7.50 e 6.43 -, McGonagle venceu a batalha em El Salvador. Mesmo impedindo o triunfo do ídolo local e pedindo nota aos juízes em diversas ondas surfadas, o raçudo costa-riquenho saiu da água aplaudido, mostrando o grande espírito de confraternização do público salvadorenho.

Completaram o pódio o peruano Lucca Mesinas e o costa-riquenho Angelo Bonomelli.

Na Júnior, os costa-riquenhos dominaram a etapa. Inspirado, Samuel Reidy arrancou 8.50 e 9.67 dos juízes para subir ao topo do pódio. Também com uma atuação expressiva, somando 7.00 e 8.83, Malakai Martínez ficou em segundo, seguido por outro costa-riquenho, Aaron Ramirez, e pelo uruguaio Juan Fischer.

No Longboard, o uruguaio Julian Schweizer totalizou 13.90 pontos para bater o argentino Martin Perez (2º) e os salvadorenhos Amado de Jesus e Hilario Carranza.

View this post on Instagram

🏆🇧🇷 @alineadisaka leva a melhor no SUP Surf Feminino e fica em segundo na final contra os homens em La Bocana, El Salvador! 🎥: @aderoliveira #LaBocana #ElSalvador #AlasLatinTour #Waves #ElTunco

A post shared by Waves (@wavesbr) on

View this post on Instagram

Medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos do Peru e forte candidato ao título do @alaslatintour em El Salvador, o ídolo local @bryan_perez_14 deu sua opinião sobre a briga pelo título mundial em Pipeline e falou também sobre a sua ótima relação com os brasileiros. 🎥: @aderoliveira #LaBocana #ElSalvador #AlasLatinTour #Waves #ElTunco

A post shared by Waves (@wavesbr) on