Tóquio esquenta a briga

Quem entra e quem fica de fora da estreia do surfe nas Olimpíadas? Série ao Fundo fala sobre a corrida pela vaga aos Jogos de Tóquio 2020.

0

A corrida pela vaga olímpica vai pegar fogo no Havaí. Com no máximo duas vagas por nacionalidade, já é certeza que grandes nomes do esporte vão ficar de fora.

A disputa brasileira envolve Gabriel Medina, Italo Ferreira e Filipe Toledo. Já entre os norte-americanos, a segunda vaga ficará ou com Kelly Slater ou com John John Florence. Isso porque o californiano Kolohe Andino já está classificado.

Vale lembrar que nos Jogos Olímpicos, ao contrário do que acontece nas competições da WSL, os surfistas havaianos defenderão a bandeira dos EUA, o que intensificou a disputa tanto no masculino quanto no feminino.

No ranking das mulheres, as três primeiras colocadas são norte-americanas: a havaiana Carissa Moore é perseguida pela californiana Lakey Peterson e por Caroline Marks, surfista da Flórida.

Vale lembrar que a classificação às Olimpíadas de Tóquio acontecem por quatro vias distintas, seguindo uma ordem hierárquica. Saiba mais aqui.