Caminho para o ouro

Fique por dentro do formato testado pela ISA para a estreia do surfe nos Jogos Olímpicos do Japão.

0
Filipe Toledo é um dos brasileiros na briga pela classificação aos Jogos.

Recentemente, a ISA e o comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio testaram o formato da competição de surfe durante um evento especial em Tsurigasaki Beach, Japão.

Na ocasião, o Waves publicou alguns detalhes divulgados pelo Comitê Olímpico International (COI). Nesta quarta-feira (31/7), o site Dukesurf.com obteve mais informações a respeito do formato que deve marcar a tão aguardada estreia do surfe nas Olimpíadas.

Quatro dias são necessários para a competição, que terá uma janela de oito dias – 26 de julho a 2 de agosto.

Tatiana Weston-Webb está em boa situação na corrida feminina.

Ao todo, 20 homens e 20 mulheres participam dos Jogos.

Na primeira fase, serão cinco baterias com quatro atletas. Os dois primeiros de cada confronto avançam direto ao round 3, enquanto os demais surfistas disputam uma repescagem.

A repescagem tende a ser composta por duas baterias com cinco atletas cada. Nessa fase, os três melhores de cada batalha se juntam aos atletas já garantidos no round 3. Quem ficar em quarto ou quinto dará adeus à competição.

Com o total de 16 atletas – 10 classificados direto pela primeira fase e mais 6 pela repescagem – o round 3 será composto por oito confrontos no formato homem a homem, que também será utilizado nas quartas, semifinais e final.

Outra novidade no surfe é a disputa pelo bronze. A medalha ficará com o vencedor da batalha entre os dois atletas derrotados nas semifinais.

Fonte: Dukesurf.com.