Primeira final em Jaws

Lucas Chumbo fala com exclusividade sobre a sua participação no Jaws Big Wave Championships e relata perrengue sinistro na bateria final do evento.

0
Lucas Chumbo protagoniza drops insanos de backside em Pe’ahi.

Primeira etapa do circuito mundial de ondas grandes da WSL, o cbdMD Jaws Big Wave Championships foi realizado na última quinta-feira (12) em ondas maiores de 10 metros em Pe’ahi, ilha de Maui, Havaí.

Clique aqui para ver a reportagem completa

Único surfista de fora do arquipélago na decisão, Lucas Chumbo também foi o único goofy-footer a chegar à final do evento. Com muito controle no drop de backside, o brasileiro venceu a sua bateria da primeira fase e protagonizou outros grandes momentos durante o campeonato.

Mas, logo no início da grande final, Chumbo despencou do lip e foi parar na “máquina de lavar” nervosa do inside, sentindo o peso da vaca em Jaws e dando trabalho para a equipe de resgate. Com apenas esta onda surfada, ele acabou a disputa na sexta colocação, seu melhor resultado em três participações no campeonato de ondas grandes em Jaws.

Confira abaixo o depoimento exclusivo do atleta sobre a sua participação no evento.

“O campeonato foi incrível, a primeira bateria eu passei bem e na segunda também consegui fazer um bom trabalho para chegar à final. A decisão foi muito difícil, pois o vento apertou e como estava de backside ficou ainda mais desafiador”, conta Chumbo.

“Mas, em uma final contra cinco havaianos e eu único brasileiro e ainda mais goofy-footer, realmente foi muito positivo. Estou amarradão com meu desempenho, dei o meu melhor no evento e na final as coisas não saíram exatamente como o planejado, principalmente depois daquela vaca logo no início”, relata.

View this post on Instagram

Indo para Califórnia, surfar Mavericks, depois de uma sexta colocação em Jaws. Aprendendo a cada dia mais com esse lugar, que nos faz superar os limites, sempre! Uma das ondas mais tenebrosas e violentas do mundo. Nem tudo acontece como queremos, mas sou feliz por fazer o que eu amo e evoluir a cada dia. Agradeço a todos pela energia positiva e torcida! Vamos para próxima ⚡️ Agradeço também a minha família e patrocinadores que acreditam e mim e me fazem tornar tudo realidade. • • • Going to California, surfing at Mavericks, after a sixth place at Jaws. Learn more each day from this place, which makes us push the boundaries, always! Not everything happens as we please, but I am happy to do what I love and evolve every day. Thank you all for the positive and twisted energy! Let's go next ⚡️ Thanks also to my family and sponsors who believe in me and make me come true. Thanks @daniel_silvagni and @joaochumbinho for all the support 💙⚡️📸: @photokeoki || @redbull_surfing #cbdMDJawsBigWaceChallenge #jaws #hawaii #bigsurf #bigwaves . . . @redbull || @redbullbr @gurume_oficial @ellus @mormaiioficial @dylanshapes @orgsurfboards @triple_lead @surfteccel @chicletetrunk @futuresfins || @futuresfinsbrasil @interoceanica @bellamarinaservice

A post shared by Lucas Chianca "Chumbo" (@lucaschumbo) on

“Foi bem sinistro. Eu ‘vaquei’, bati muito forte com a costela e fiquei um pouco machucado. Quando subi não deu tempo de respirar, então tomei a segunda da série na cabeça e fiquei totalmente sem ar. Quando subi de novo já tinha a terceira onda, o jet tentou me pegar, mas não conseguiu”, continua o big rider brasileiro.

“Aí já pensei que ia apagar. Eu subi da onda e estava tudo preto, não consegui agarrar no jet-ski e só senti o slad ou a mão do cara, alguma coisa assim. Agarrei no slad e fui dragado até o canal, caí de novo, mas finalmente consegui ser resgatado. Graças a Deus só foi um perrengue, um wipeout bem gostoso (risos), mas deu tudo certo. Consegui um dos meus objetivos que era chegar na final e o saldo foi positivo”.

Jaws Big Wave Championships 2019/2020

Resultados

Masculino

1 Billy Kemper (HAV) – 21.26 pontos
2 Ian Walsh (HAV) – 20.03
3 Nathan Florence (HAV) – 16.76
4 Kai Lenny (HAV) – 16.59
5 Makua Rothman (HAV) – 9.37
6 Lucas Chumbo (BRA) – 1.40