Soberania verde-amarela

Dez vitórias nas últimas 11 etapas, liderança do CT e QS... Como a vitória de Italo Ferreira escancara ainda mais o domínio brasileiro no circuito mundial.

0
Com a vitória na Gold Coast, Italo Ferreira vence seu quarto evento na elite mundial e se iguala ao ídolo Fabio Gouveia.

A vitória de Italo Ferreira no último domingo (7) em Duranbah, Gold Coast, na primeira etapa do Championship Tour de 2019, escancarou ainda mais o domínio brasileiro no circuito mundial.

No Qualifying Series, a divisão de acesso, Jadson André praticamente se garantiu na elite do próximo ano com uma vitória e dois vice-campeonatos em provas do QS 6.000. O potiguar é o líder disparado do ranking e já ultrapassou a barreira dos 15 mil pontos necessários para a classificação.

Já o ranking da elite é dominado por outro potiguar. Com a eletrizante vitória na Gold Coast, Italo largou na frente nesta temporada e agora parte para as próximas paradas em Bells Beach e Keramas, lugares onde venceu em 2018.

Outro fato inusitado. Nas últimas 11 provas do Championship Tour, foram 10 vitórias brasileiras. Já nas últimas 20 etapas, contando desde 2017, são 15 vitórias de surfistas brasileiros contra quatro de australianos e um da França.

Antes de a “brazilian storm” dominar o cenário do circuito mundial no início desta década, o país acumulava 15 vitórias em eventos da elite profissional, valendo desde 1976. De 2010 para cá, já são 31, com Gabriel Medina, bicampeão mundial, vencendo 12 delas.

A próxima etapa do Championship Tour é em Bells, entre os dias 17 e 27 de abril. Palco mais tradicional da elite mundial, a prova já foi vencida por Italo e Adriano de Souza, que se recupera de lesão e ainda é dúvida. Será mais um evento para o Brasil provar que, na última década, tornou-se o país do surfe, superando de longe os feitos no futebol.

Vitórias de surfistas brasileiros na elite profissional desde 1976*

12 – Gabriel Medina
7 – Adriano de Souza e Filipe Toledo
4 – Fábio Gouveia e Ítalo Ferreira
2 – Flávio Padaratz e Neco Padaratz
1 – Pepê Lopes, Daniel Friedman, Ricardo Tatuí, Victor Ribas, Peterson Rosa, Bruno Santos, Jadson André e Willian Cardoso

*Fonte Datasurfe