Saída à francesa

Griffin Colapinto fica no aperto e despeja o "número 2" no outside poucos minutos antes de sua bateria no Quiksilver Pro France.

0
Mais leve no outside, Griffin Colapinto estreia com vitória no Quiksilver Pro.

O primeiro dia do Quiksilver Pro France, nona etapa do Championship Tour, contou com uma apresentação sem sustos do líder do ranking Gabriel Medina, uma maratona de baterias e ondas razoáveis no beach break de Culs Nus, sudoeste francês.

Mas o momento mais hilário do dia ficou por conta da entrevista do californiano Griffin Colapinto após a vitória na primeira bateria do dia. Sem nenhum constrangimento, ele revelou ao vivo que precisou fazer “o número 2” no lineup a poucos minutos do início de sua bateria.

“Eu remava em direção ao outside e restavam dez minutos para a bateria começar”, conta Griff em depoimento à Rosie Hodge, comentarista da WSL.

“Tinha acabado de beber café e veio aquela vontade de fazer o ‘número 2’ de qualquer jeito, mas já estava no mar e de roupa de borracha, então fui para o fundo, arranquei minha lycra, tirei meu wetsuit e dei ‘aquela aliviada’, diz Griffin

Momento mais hilário do primeiro dia do CT na França.

“Mas daí bateu um desespero, faltavam apenas dois minutos para o início da bateria. Coloquei toda a minha roupa na pressa e, quando a bateria começou, o wetsuit encheu de água. Estava com medo de ficar de pé na prancha e ser preenchido com um monte de água nas pernas”, revela Griffin.

Mais leve no outside, Griffin anotou 12.50 pontos e estreou com vitória na primeira bateria do dia, que teve o japonês Kanoa Igarashi em segundo e o aussie Soli Bailey em terceiro.

Clique aqui para ver a entrevista de Griffin (pule para o minuto 7:30).