Pipe fora em 2019

WSL e prefeitura de Honolulu entram em acordo; Pipe no início de 2019 continua barrado, mas calendário para 2018 permanece inalterado.

51
WSL desiste de retirar as competições do Havaí nesta temporada.

O desentendimento entre WSL e a prefeitura de Honolulu ganhou um novo capítulo na última quinta-feira (15). Enquanto o Departamento de Parques e Recreação da capital havaiana revelou uma lista preliminar com os eventos permitidos, barrando a realização do Pipe Masters em 2019, o calendário desta temporada da WSL – pelo menos até este momento – permanece inalterado.

Em comunicado oficial, a WSL, por meio da CEO Sophie Goldschmidt, revelou estar desapontada, mas reconheceu os esforços do prefeito Kirk Caldwell em mudar os processos de licenciamento e agora deve buscar novas opções para o início da temporada do Championship Tour em 2019.

“A WSL continua comprometida com uma variedade de eventos do Circuito Mundial que vão de Júnior a QS e CT no próximo inverno. Também estamos empenhados em tentar promover oportunidades para surfistas havaianos através de eventos, bem como programas locais para o desenvolvimento das categorias de base. No melhor interesse para o surfe, comunidade e todas as partes interessadas, a WSL exige mudanças fundamentais no processo de licenças, a fim de determinar quais serão nossos futuros planos a partir do inverno de 2019/2020”, diz o comunicado.

Na última quinta, Kirk Caldwell e Sophie Goldschmidt reuniram-se no escritório da prefeitura em Honolulu. De acordo com a WSL, o encontro foi positivo, com discussões sobre o futuro do processo de licenciamento, bem como objetivos de médio a longo prazo para o surfe no Havaí. Em coletiva de imprensa na quarta-feira, o prefeito já havia reconhecido a necessidade de reformular as regras de permissão.

Após o encontro, Goldschmidt disse: “Estamos desapontados por não realizar o Billabong Pipe Masters em 2019. No entanto, estamos satisfeitos com o prefeito, que reconheceu que mudanças fundamentais serão necessárias nos processos de licença para o benefício do surfe, da comunidade e dos investidores havaianos”, comenta Sophie.

“Nós iremos ajudar no que pudermos durante esse processo e, uma vez que entendermos as mudanças, poderemos determinar quais os eventos que podemos investir para levar ao Havaí no inverno de 2019 e depois. Como afirmado anteriormente, gostaríamos de continuar a trazer nossa grande variedade de eventos para o Havaí, mas precisamos planejar a longo prazo e receber o suporte local apropriado para ajudar a fomentar o surfe havaiano de forma sustentável”, completa.

Até o momento, o calendário do CT permanece inalterado.

Eventos da WSL permitidos para a temporada havaiana de 2018/2019

HIC PRO – Sunset Beach – Oct. 27 – Nov. 9, 2018
HAWAIIAN PRO – Haleiwa – Nov. 12-24, 2018
VANS WORLD CUP OF SURFING – Sunset – Nov. 25 – Dec. 6, 2018
BILLABONG PIPE MASTERS – Ehukai – Dec. 8-20, 2018
SUNSET OPEN – Sunset Beach – Jan. 18-28, 2019
VOLCOM PIPE PRO – Ehukai – Jan 29 – Feb. 10, 2019

Calendário do Championship Tour 2018

1.a: Mar 11-22 – Quiksilver Pro Gold Coast em Snapper Rocks, Austrália
2.a: Mar 28-08 Abr – Rip Curl Pro Bells Beach em Victoria, Austrália
3.a: Abr 11-22 – Margaret River Pro em Margaret River, Austrália
4.a: Mai 10-19 – Oi Rio Pro na Praia de Itaúna, Saquarema (RJ), Brasil
5.a: Mai 27-09 Jun – Bali Pro em Keramas Beach, Bali, Indonésia
6.a: Jul 02-13 – Corona Open J-Bay em Jeffreys Bay, África do Sul
7.a: Ago 10-21 – Tahiti Pro em Teahupoo, Taiti
8.a: Set 05-09 – Surf Ranch em Lemoore, Califórnia, Estados Unidos
9.a: Out 03-14 – Quiksilver Pro France em Hossegor, França
10.a: Out 16-27 – Meo Rip Curl Pro Portugal em Supertubos, Cascais
11.a: Dez 08-20 – Billabong Pipe Masters em Banzai Pipeline, Oahu, Havai