Nos embalos da França

Jeremy Flores leva a torcida francesa ao delírio com vitória em casa e Gabriel Medina se distancia no ranking mesmo com resultado abaixo do esperado.

0

Gabriel Medina chegou à França como o cara a ser batido por vir de três finais seguidas e já ter feito cinco finais no país europeu, mas quem levou a melhor foi Jeremy Flores, que venceu e levou a torcida ao delírio na praia de La Gravière, em Hossegor. Mesmo tendo seu pior resultado no evento francês, Medina se distanciou de seus adversários na briga pelo título mundial.

Esses temas fazem parte do episódio #113 do programa De Olho no Tour, que desta vez conta com a participação do jornalista, surfista e ex-editor da Fluir Felipe Zobaran, além de Marcelo Boscoli e de Carlos Matias. Marcelo Andrade não participou por estar trabalhando num evento do Circuito Capixaba.

A briga pelas vagas nas Olimpíadas de 2020, quais surfistas, além de Medina, seguem como candidatos ao título mundial, a vitória de Carissa Moore, dentre outros temas, também fazem parte do episódio.

Imagens: Carlos Matias, Max Bruno e WSL.

Edição: Carlos Matias.

Música: Watch It Glow – Silent Partner.

Apoio de mídia: Waves.

* Carlos Matias é Jornalista Profissional, trabalha com Surfe desde 2007, foi Editor de Jornalismo de um site especializado durante 10 anos e agora faz parte da equipe do site Waves. Matias já fez dezenas de coberturas de etapas do mundial no Brasil e no Hawaii, foi Produtor Executivo na Rádio Globo, produziu dezenas de eventos culturais e esportivos e foi Assessor de Imprensa em várias empresas e instituições como a Ponte Rio-Niterói, o Instituto de Previdência do Estado do Rio de Janeiro e a Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

* Marcelo Andrade tem 40 anos de experiência no surf, seja como competidor, técnico, Presidente e Diretor de associações, empresário, dono de surfshop, produtor de tv, comentarista de transmissões ao vivo e colaborador de veículos de comunicação. Marcelo Andrade escreve e dirige o blog Surf 100 Comentários.

* Marcelo Boscoli, surfista há 44 anos, foi atleta profissional nos anos 80 e venceu várias competições no Brasil. Foi um dos primeiros brasileiros a participar de etapas do circuito mundial profissional e competiu na Austrália, África do Sul, Europa, Hawaii e aqui no Brasil. Como Master, foi campeão dos Circuitos da Prainha-RJ e Arpoador (bicampeão) e ficou em sétimo lugar no mundial da categoria em Porto Rico. Marcelo Boscoli também já foi comentarista oficial da WSL em algumas etapas do Circuito Mundial.