Finn não falha

Finn McGill e Vahine Fierro faturam Mundial Sub-18 da WSL; brasileiros João Chianca e Tainá Hinckel terminam em terceiro.

31

O havaiano Finn McGill e a taitiana Vahine Fierro conquistaram o título do Mundial Pro Junior 2017, nesta quarta-feira (10), em Bombo Beach, Kiama, Austrália. Em ondas pouco maiores de meio metros e prejudicadas pelo vento, os brasileiros João Chianca e Tainá Hinckel também fizeram bonito e só foram barrados pelos campeões nas semifinais, terminando a disputa em terceiro.

Na decisão da categoria Masculino, McGill deu poucas chances ao japonês Joh Azuchi, vencendo pelo placar de 16.90 a 11.00. “Mal consigo acreditar. Depois de voltar de uma lesão no tornozelo não estava esperando um resultado muito bom aqui”, comenta Finn. “Não estava me sentindo no ritmo até as quartas-de-final, quando parece que as coisas começaram a se encaixar”, relata o havaiano de 18 anos.

McGill passou pelo compatriota Barron Mamiya nas quartas e na semifinal derrotou o brasileiro João Chianca em um duelo apertado, por 11.70 a 11.00 pontos. Já na final ele não encontrou tantas dificuldades, somando 8.90 e 8.00 nas melhores ondas e deixando Joh Azuchi em combinação de notas.

No pódio, o campeão fez questão de homenagear o também havaiano Dusty Payne, que sofreu um grave acidente na última segunda-feira enquanto surfava no Backdoor. “Dusty é um surfista que sempre me inspirou e fiquei chocado em ouvir o que aconteceu. Gostaria de dedicar esta vitória a ele e estou muito feliz em saber que tudo ficará bem. Mal posso esperar para visitá-lo”, diz.

Com a derrota para o campeão na semifinal, o carioca João Chianca terminou a disputa em terceiro. Irmão do big rider Lucas Chumbinho, ele havia passado pelo paulista Samuel Pupo em uma disputa eletrizante nas quartas, vencendo por 13.54 a 13.07.

No Feminino, a catarinense Tainá Hinckel também chegou às semifinais depois de derrotar a australiana Macy Callaghan, campeã mundial Júnior de 2016, no duelo das quartas. Tainá apostou tudo em ondas de uma só manobra e foi recompensada pelos juízes, vencendo por 9.93 a 9.30. Na semifinal, ela acabou superada pela campeã, a taitiana Vahine Fierro, pelo placar de 11.67 a 9.00.

Já na decisão, Vahine venceu a havaiana Summer Macedo com certa tranquilidade, pelo placar de 13.83 a 6.36, com notas 7.50 e 5.33 contra 3.43 e 2.93 de Macedo. “É incrível terminar minha carreira Júnior com o título mundial”, diz Fierro, que foi wildcard do evento.

“É a primeira vez que participo desta competição e vencê-la é muito especial, especialmente porque quase fiquei de fora da disputa. Hoje foi um dia louco, uma maratona de baterias, mas excitante após alguns dias de lay day. Foi minha terceira final contra a Summer, o que é muito legal, pois somos grandes amigas. Estou sem palavras”, comemora a taitiana.

Confira mais detalhes em nossas próximas atualizações.

Mundial Pro Junior 2017

Masculino

1 Finn McGill (HAV)
2 Joh Azuchi (JAP)
3 Yuji Nishi (JAP)
3 João Chianca (BRA)
5 Rio Waida (IND)
5 Cody Young (HAV)
5 Barron Mamiya (HAV)
5 Samuel Pupo (BRA)

Feminino

1 Vahine Fierro (TAI)
2 Summer Macedo (HAV)
3 Tainá Hinckel (BRA)
3 Minori Kawai (JAP)
5 Kirra Pinkerton (EUA)
5 Macy Callaghan (AUS)
5 Zahli Kelly (AUS)
5 Zoe McDougall (HAV)

Galeria de campeões mundiais Pro Junior

2017 Finn McGill (HAV) e Vahine Fierro (TAI) na Austrália
2016 Ethan Ewing (AUS) e Macy Callaghan (AUS) na Austrália
2015 Lucas Silveira (BRA) e Isabella Nichols (AUS) em Portugal
2014 Vasco Ribeiro (POR) e Mahina Maeda (HAV) em Portugal
2013 Gabriel Medina (BRA) e Ella Willians (NZL) no HD World Junior no Brasil
2012 Jack Freestone (AUS) e Nikki Van Dijk (AUS) em Bali, na Indonésia
2011 Caio Ibelli (BRA) e Leila Hurst (HAV) na Indonésia, Brasil, Austrália
2010 Jack Freestone (AUS) e Alizee Arnaud (FRA) na Indonésia e Austrália
2009 Maxime Huscenot (FRA) e Laura Enever (AUS) na Austrália
2008 Kai Barger (HAV) e Pauline Ado (FRA) na Austrália
2007 Pablo Paulino (BRA) e Sally Fitzgibbons (AUS) na Austrália
2006 Jordy Smith (AFR) e Nicola Atherton (AUS) na Austrália
2005 Kekoa Bacalso (HAV) e Jessi Miley-Dyer (AUS) na Austrália
2004 Pablo Paulino (BRA) na Austrália
2003 Adriano de Souza (BRA) na Austrália
2002 não realizado por falta de datas
2001 Joel Parkinson (AUS) na Austrália
2000 Pedro Henrique (BRA) no Havaí
1999 Joel Parkinson (AUS) no Havaí
1998 Andy Irons (HAV) no Havaí