Kemper é tetra

Em ondas clássicas em Jaws, Billy Kemper vence evento de ondas grandes da WSL pela quarta vez na carreira; Lucas Chumbo chega à final e fica com a sexta colocação.

0
Natural da ilha de Maui, Billy Kemper domestica as cracas de Pe’ahi.

Primeira etapa do circuito mundial de ondas grandes da WSL, o cbdMD Jaws Big Wave Championships foi realizado nesta quinta-feira (12) em condições clássicas em Pe’ahi, ilha de Maui, Havaí.

Clique aqui para ver as fotos

Clique aqui para ver o vídeo

Em ondas que ultrapassaram os 10 metros, o havaiano Billy Kemper dominou a bateria final contra Ian Walsh (2º), Nathan Florence (3º), Kai Lenny (4º), Makua Rothman (5º) e Lucas Chumbo (6º) para conquistar o seu quarto título da prova.

Kemper, que disputou o Billabong Pipe Masters na última quarta-feira no North Shore de Oahu, chegou às pressas em Jaws e provou mais uma vez que é o grande surfista da atualidade nas bombas do pico.

O big rider natural de Maui demorou pouco mais de um minuto na bateria decisiva para botar pra dentro de uma craca e assumir a liderança com nota 7.83. Como no Big Wave Tour a maior nota da bateria é duplicada, Kemper ficou confortável na liderança com 15.66 no placar.

Lucas Chumbo tem a sua melhor atuação em três participações no evento.

“Me senti muito bem na final, foram duras batalhas até chegar lá”, afirma Kemper, que ainda anotou 5.60 e terminou a decisão com 21.26 no somatório. “Toda manhã acordo cedo e trabalho duro. Todo este sacrifício e o tempo que fico longe da minha mulher e filhos, eu coloco tudo aqui. Isso é meu orgulho e alegria. Deixo sangue, suor e lágrimas em Jaws. É o meu quintal e sou muito territorialista”, brinca o havaiano.

Único surfista de fora do arquipélago na decisão, Lucas Chumbo também foi o único goofy-footer a chegar à final do evento. Com muito controle no drop de backside, o brasileiro venceu a sua bateria da primeira fase e protagonizou outros grandes momentos durante o campeonato.

Na final, Chumbo despencou do lip logo em sua primeira tentativa e foi parar na “máquina de lavar” nervosa do inside, dando trabalho para a equipe de resgate. Com apenas esta onda surfada, ele acabou a disputa na sexta colocação, seu melhor resultado em três participações no campeonato de ondas grandes em Jaws.

Também local da ilha de Maui, Ian Walsh ficou com a segunda colocação da prova. O campeão do evento de 2017 e autor de nota 10 na ocasião desceu algumas das maiores ondas do dia, chegando a ameaçar a liderança de Kemper em alguns momentos da bateria decisiva.

Havaiana Paige Alms domina categoria feminina.

O terceiro lugar ficou com Nathan Florence, que procurou os tubos e acabou recompensado com nota 6.33 na final. Já Kai Lenny apresentou novamente uma linha diferenciada nas séries de Pe’ahi, ficando com o quarto lugar. Local do North Shore de Oahu, Makua Rothman foi coadjuvante e completou a decisão em quinto.

No Feminino, a vitória foi para a havaiana Paige Alms. As brasileiras Raquel Heckert e Michaela Fregonese também participaram da prova. Michaela chegou a avançar à grande final, mas não conseguiu encontrar nenhuma onda e acabou na sexta colocação.

“Estou muito feliz, as condições estavam realmente desafiadoras hoje”, afirma Alms, que é local de Maui e venceu o evento pela terceira vez. “Logo que remei para minha primeira bateria já senti o quão clássico estava. Nós colocamos nossa vida em risco aqui, mas quando você completa uma onda percebe que tudo vale a pena”, declara a havaiana.

A nova temporada do circuito de ondas grandes da WSL terá dois eventos para definir os campeões mundiais, o cbdMD Jaws Big Wave Championships e o Nazaré Tow Surfing Challenge.

O período oficial para a realização de ambos os eventos começou em 1 de novembro e vai até 31 de março de 2020.

View this post on Instagram

Congratulations @billykemper, 4x winner of the cbdMD Jaws Big Wave Championships! @cbdmd.usa @wslbigwave

A post shared by World Surf League (@wsl) on

View this post on Instagram

Congratulations @paigealms, winner of the 2019 cbdMD Jaws Big Wave Championships! @cbdmd.usa @wslbigwave

A post shared by World Surf League (@wsl) on

View this post on Instagram

@lucaschumbo você é um monstro! 🤸‍♂️ – – #JawsBigWaveChampionships #Surfe #Surf #ondasgrandes

A post shared by WSL Brasil (@wslbrasil) on

Jaws Big Wave Championships 2019/2020

Resultados

Masculino

1 Billy Kemper (HAV) – 21.26 pontos
2 Ian Walsh (HAV) – 20.03
3 Nathan Florence (HAV) – 16.76
4 Kai Lenny (HAV) – 16.59
5 Makua Rothman (HAV) – 9.37
6 Lucas Chumbo (BRA) – 1.40

Feminino

1 Paige Alms (HAV) 12.34
2 Felicity Palmateer (AUS) 5.43
3 Annie Reichart (HAV) 9.13
4 Keala Kennelly (HAV) 8.17
5 Emily Erikson (HAV) 1.40
6 Michaela Fregonese (BRA) 0.00