Itacoá de peito aberto

Organizada por Kalani Lattanzi, segunda edição do Itacoatiara Bodysurf Classi começa nesta quinta-feira (11) em Niterói (RJ).

0
Kalani Lattanzi é um dos maiores nomes do bodysurf no mundo.

Um dos maiores nomes da modalidade, Kalani Lattanzi promove pela segunda vez o Itacoatiara Bodysurf Classic, campeonato de surfe de peito que começa nesta quinta-feira (11) e vai até o domingo (14) em Itacoatiara, Niterói (RJ).

Serão seis categorias em disputa: Bodysurf Open, Handsurf Open, Bodysurf Feminino, Bodysurf Master (35 anos ou mais), Bodysurf Júnior e Local Hero (exclusiva para niteroienses).

O campeonato também é válido pela terceira etapa do Circuito Brasileiro de Bodysurf. Já a premiação para o melhor na Handsurf é uma viagem para a Indonésia na companhia de Lattanzi.

“Sou um grande entusiasta do surfe de peito, então organizei tudo com muito afinco e carinho. Vai ser uma competição de alto nível, com categorias diversificadas para contemplar a todos e todas. Além do prêmio principal (a viagem para Indonésia), teremos pés de pato Kpaloa, handplanes, lycras e outros materiais esportivos. Vai ser demais”, projeta Kalani.

Com previsão de boas ondas, o campeonato deve acontecer em dois dias: na quinta-feira e no sábado, embora a janela inicial conte também com a sexta e o domingo.

Conhecido por pegar ondas gigantes, Kalani já foi homenageado no Museu do Surf em Portugal por surfar uma das maiores ondas do planeta usando apenas o corpo. Ele também já faturou uma série de troféus em competições da modalidade, como o Mundial de Handsurf em Itacoatiara e o Guarda Pro Brasil, que aconteceu na Guarda do Embaú, em Santa Catarina. Dessa vez, ficará de fora das ondas, mas na torcida por todos os atletas.

“Vou me dedicar totalmente à organização do evento para que seja um grande sucesso e continue no calendário esportivo de Niterói e todo o mundo do bodysurf”, finaliza Lattanzi.