Ben Borges fatura viagem

Ben Borges leva a melhor no ranking Open do Circuito ASN e fatura viagem para Mentawai de premiação.

0
Ben Borges vence Circuito ASN na categoria Open e fatura hospedagem em Mentawai.

O Circuito ASN 2019 apresentado pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer foi encerrado da melhor forma possível nos dias 10 e 11 de novembro, em Itacoatiara, Niterói (RJ), com as disputas pelos principais prêmios sendo decididas nas últimas baterias do ano.

Nos dois dias tinha ondas em torno de 1 metro. No sábado estavam mais intensas e constantes enquanto que no domingo o mar amanheceu mais alinhado, mas quando a maré encheu ficaram próximas da areia.

O sistema de prioridade em baterias de quatro atletas foi implantado de forma definitiva neste ano. Alguns ainda estão se adaptando as novas estratégias, mas a prioridade foi bastante elogiada pois dá igualdade de oportunidades para todos na escolha das ondas.

Niterói sempre recebe bons competidores de outras cidades, mas nesta etapa o conhecimento local prevaleceu e todas as seis categorias foram vencidas pelos surfistas locais. Um dos destaques da competição foi o Caio Knappi. Ele se sagrou campeão da etapa e do ranking nas categorias Mirim e Junior, e bateu de frente com os melhores surfistas da Open, parando na semifinal.

Caio Knappi domina categorias Mirim e Júnior.

Open

Na final da Open, Ben Borges, Marco Antonio Cofrinho e Fabiano Passos só dependiam de si para vencer o ranking e travaram uma disputa emocionante até o término da bateria. Ben Borges estava embalado pelas vitórias recentes em Macaé, Búzios e Itapuca, escolheu ondas com potencial, manobrou no crítico para receber as melhores notas e faturou o título da etapa e do circuito.

Com isso ele conquistou os dez dias de hospedagem no Hidden Bay Resort Mentawai e vai realizar o sonho de surfar as perfeitas ondas do paradisíaco arquipélago da Indonésia, no conforto de um dos melhores resorts da região. Ben também ganhou uma bolsa de um ano na Mombak Fit e uma sessão de tow-in com a Water Life Resgate.

Marco Antonio permaneceu ativo durante toda bateria, sempre manobrando com muita força. Ele teve chances para virar o resultado até o final e terminou na segunda colocação. O carioca do Arpoador, Fabiano Passos, começou bem a disputa, também manteve suas chances vivas durante todo confronto e terminou em terceiro. O big rider local, Gabriel Sampaio, mostrou que além de destemido, continua evoluindo cada vez mais nas manobras, avançou para uma final de alto nível e fechou sua participação em quarto.

Bernard Broitman faz a festa na Master.

Master

Bernard Broitman entrou na decisão da Master precisando da terceira colocação para garantir matematicamente o título do ano. Mas surfou com determinação, liderou a bateria de ponta a ponta, venceu o campeonato e chegou a 3800 pontos, conseguindo o melhor aproveitamento entre todas as categorias. Com isso ele ganhou a passagem para o Peru oferecida pela Nusatur e vai surfar as extensas ondas do país vizinho. E também faturou uma sessão de tow-in com a equipe da Water Life.

Rafael Mignani ainda teve uma chance para virar, mas ficou precisando de um pouco mais de meio ponto, parando em segundo. Eric Gonçalves voltou a competir, avançou para final e finalizou em terceiro. Fabiano Passos tinha chances de vencer o ranking mas teve dificuldades de encontrar boas ondas com a maré cheia e terminou em quarto.

Kahuna

Marcílio Marques compete a anos na ASN e já foi campeão do circuito nas categorias de base, mas ainda não tinha vencido uma etapa. Ele fez uma boa escolha de ondas e manobrou nas direitas dentro do critério do julgamento para conquistar na categoria Kahuna sua primeira vitória em Niterói.

O carioca Luiz Menezes é assíduo frequentador da ASN e é um competidor difícil de ser batido. Ele ficou em segundo na etapa e com 3700 pontos garantiu o título do circuito. Outro surfista muito competitivo é o fisioterapeuta Rafael Mignani e desta vez ele ficou em terceiro lugar. Beg Rosemberg estava motivado e incentivado pelo filho na areia, fez uma boa campanha durante todo evento e finalizou em quarto.

Visual de Itacoatiara na última etapa do municipal.

Grand Kahuna

A surpresa do evento foi Danilo Nolasco. Danilo é pai do Luca e sempre fica na torcida pelo filho, que foi campeão Open no ano passado. Ele participou pela primeira vez de um campeonato da ASN e logo na sua estreia se tornou o campeão da Grand Kahuna. Fernando Cunha e Dudu de Melo já carregaram a bandeira de Niterói fora da cidade nas décadas de 80 e 90 e ficaram, respectivamente, em segundo e terceiro. Marco Brandão cometeu uma interferência de prioridade e ficou em quarto, mas ao avançar para a final já tinha garantido o título do ranking.

Mirim

Caio Knappi acertou fortes batidas e rasgadas, e venceu com vantagem a categoria Mirim. Pedro Henrique Canero é outra promessa do surf niteroiense, acertou um bonito layback e garantiu a segunda colocação. Deryck Hoida havia chegado a sua primeira final na categoria Iniciante no circuito Nova Geração e agora também participou da final da Mirim, finalizando em terceiro. O carioca Yan Feder completou a decisão em quarto.

Júnior

A cada campeonato Caio Knappi demonstra evolução. Ele surfou com muita pressão durante todo o evento e também venceu a Junior. O carioca do Recreio dos Bandeirantes, Jorge Valente, acertou boas batidas e garantiu o segundo posto. O saquaremense Kauai Marinho foi o terceiro e Pedro Henrique Canero ficou em quarto.

Um do momentos mais legais do evento foi no término da final da Open. A bateria que decidiu o prêmio para Mentawai foi super equilibrada mas no fim os três que estavam disputando o ranking, Ben, Marco Antonio e Fabiano, se cumprimentaram e se abraçaram dentro da água, demonstrando o verdadeiro espírito do surfe.

Após a conclusão de mais um Circuito ASN fica a sensação de dever cumprido e já existe uma expectativa grande para o próximo ano que será especial, pois a associação completará 40 anos de existência e de muito trabalho em prol do esporte. Mas o calendário deste ano ainda não foi concluído pois acontecerá nos dias 7 ou 8 de dezembro, no Canal de Itaipu, a terceira e decisiva etapa do Circuito ASN Puro Suco Nova Geração 2019.

O Circuito ASN 2019 tem patrocínios da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer da Prefeitura de Niterói, Lanchonete Puro Suco, Hidden Bay Resort Mentawai, Pena, Nusatur, Tunel Crew, Mombak Fit, Water Life Resgate, Millennium Foam, Board Labs, André Cebola Shaper, Black Design e Pranchas Bou.

Resultados

Open

1 Ben Borges (Niterói)
2 Marco Antonio Cofrinho (Niterói)
3 Fabiano Passos (Rio de Janeiro)
4 Gabriel Sampaio (Niterói)

Campeão do circuito Ben Borges

Master

1 Bernard Broitman (Niterói)
2 Rafael Mignani (Niterói)
3 Eric Gonçalves (Niterói)
4 Fabiano Passos (Rio de Janeiro)

Campeão do circuito Bernard Broitman

Kahuna

1 Marcílio Marques (Niterói)
2 Luiz Menezes (Rio de Janeiro)
3 Rafael Mignani (Niterói)
4 Beg Rosemberg (Niterói)

Campeão do circuito Luiz Menezes

Grand Kahuna

1 Danilo Nolasco (Niterói)
2 Fernando Cunha (Niterói)
3 Dudu de Melo (Niterói)
4 Marco Brandão (Niterói)

Campeão do circuito Marco Brandão

Júnior

1 Caio Knappi (Niterói)
2 Jorge Valente (Rio de Janeiro)
3 Kauai Marinho (Saquarema)
4 Pedro Henrique Canero (Niterói)

Campeão do circuito Caio Knappi

Mirim

1 Caio Knappi (Niterói)
2 Pedro Henrique Canero (Niterói)
3 Deryck Hoida (Niterói)
4 Yan Feder (Rio de Janeiro)

Campeão do circuito Caio Knappi