Coutinho triunfa no Arpex

Bruno Coutinho domina categoria Open na segunda etapa do circuito do Arpoador Surf Club no Rio de Janeiro (RJ).

0
Bruno Coutinho eleva o nível nas esquerdas do Arpoador.

Nos dias 2 e 3 de novembro, o Arpoador Surf Club deu sinal verde para a segunda etapa do Circuito ASC 2019, com nove categorias em disputas no Rio de Janeiro (RJ).

Sempre pensando em privilegiar os atletas, a direção da Associação mais uma vez chamou a competição para dois dias com ótimas condições de surfe, sol, vento leste, e ondas de sudeste na faixa de 1 metro, quebrando atrás da pedra do Arpoador.

Grommets e Legends No sábado, o grande destaque do dia foi o atleta da nova geração do Recreio (zona oeste do Rio), Nathan Hereda, campeão nas categorias Sub 12 e Sub 14, e vice na Sub 16, vencida de forma convincente pelo atleta Igor Shibata, da Barra da Tijuca.

Fora as categorias individuais, rolou uma competição por equipes formadas com alunos e instrutores de escolinhas de surf do Arpoador. A escolinha do instrutor Pablo Becker ficou em primeiro, seguida pela escolinha do projeto Favela Surf Clube, nesta etapa comandada pelo instrutor Anderson Carvalho. No fim, todos os alunos se divertiram e puderam sentir o gostinho de vestir uma lycra de competição.

Além das categorias de base, neste primeiro dia de disputas também foram realizadas as semifinais femininas e a final Legends Longboard (55 anos+) em homenagem ao atual campeão da categoria, Roni Veloso, que faleceu no mês passado após cinco anos de luta contra um câncer. O vencedor desta etapa foi Roberto Coelho, o maior campeão do circuito rumo a mais um título, seguido por Gian Cacciola (2º), Mauro Levy (3º) e Mingau (4º).

Nathan Hereda faz dobradinha nas categorias Sub 12 e Sub 14 e fica com o vice na Sub 16.

O mar subiu No domingo o swell ganhou força e a direção de prova mandou para a água os atletas das categorias Open, Grand Master (40+) e Grand Kahuna (50+), além da final Feminina.

Na categoria principal Open, que neste ano irá premiar o seu campeão com uma surf trip em Mentawaii, o nível de surfe foi lá pra cima com a galera local sendo confrontada por excelentes surfistas de outros picos do Rio, com destaque para outro local do Recreio, Hugo Bittencourt.

Com sobrenome tradicional no Arpoador, Hugo parece ter a leitura das esquerdas do Arpex no seu DNA, e terminou a primeira fase em primeiro na classificação geral, com média 8.17 nas suas duas melhores ondas (notas 8.83 e 7.50). Não muito atrás ficaram os locais Bruno Coutinho (8.08) e Anderson Picachú (7.38).

No formato de competição do ASC os atletas carregam as suas médias de uma fase para a outra. Dessa maneira, os oito primeiros colocados na classificação geral da primeira fase se classificaram para as semifinais, onde somaram mais duas ondas à média da primeira fase.

E nas semifinais o destaque absoluto foi o Bruno Coutinho, que conseguiu aumentar a sua média de 8.08 para 8.19 com mais duas ondas excelentes (8.67 e 7.83). Todos os outros finalistas levaram médias na casa dos seis pontos para a final, o que deu ao Bruninho uma vantagem de pouco mais de dois pontos sobre os demais.

Pódio da categoria Feminino, vencida por Ariane Mateik.

E logo no início da bateria final Open o veterano regular footer tornou a tarefa dos seus adversários ainda mais complicada, quebrando outra esquerda do Jacaré para tirar um 8.67 (que acabou sendo a maior nota da bateria). Mesmo sendo mais regular na final, Anderson Picachú terminou em segundo, com os goofies Bernardo Bordovsky em terceiro e Rafael Cury em quarto.

Agora a disputa pela surf trip em Mentawaii está bem polarizada entre os dois primeiros do ranking, Picachú (2.100 pts) e Bruninho (1.972 pts), com o terceiro colocado, Marcelo Bispo, bem mais distante (1.217 pts).

Na Grand Master está tudo mais embolado, como foi esta etapa, sem nenhum grande destaque individual. A maior nota do dia (8.67) só foi obtida na bateria final, por aquele que acabou se tornando o campeão da etapa, o local Fernando Xará. Completaram o pódio dois excelentes surfistas do Leme, Fernando Esteves (2º) e Marcelo Lacerda (3º), e o atual campeão da categoria, Guilherme Penteado (4º). Todos goofy-footers.

O ranking de 2019 está sendo liderado por Léo Leite (1.364 pts), seguido por Cézar Rodrigues (1.217 pts) e Nando Madalena (1.200 pts), vencedor do Arpoador Clássico. Com mil pontos em disputa na última etapa, tudo pode acontecer.

Categoria Escolinha é atração à parte no Circuito ASC 2019.

Na Grand Kahuna, a disputa foi acirrada entre dois surfistas do Leblon, o regular Marcelo Boscoli e o goofie Claudio Chocolate. Ambos surfaram muito bem, sendo o surfe mais vertical do Marcelo melhor recompensado pelos juízes. Completaram a final um representante de tradicional família de surfistas do Arpoador, Gugu Buchaúl (3º), e o viajante Fernando Cake (4º).

Na categoria Feminino, a campeã do Arpoador Clássico, Ariane Mateik, confirmou o seu domínio na temporada e repetiu a dose, vencendo novamente pegando as melhores ondas da bateria no Jacaré. Também repetiram a colocação do Clássico as atletas Letícia Moraes (2ª) e Mariana Taboada (3ª). Completaram a final as atletas Luz Stecca (4ª), Carolina Nunes (5ª), e Priscilla Allegretti (6ª).

Assim como na Open, disputa do título Feminino de 2019 parece estar bem polarizada entre as duas primeiras colocadas do ranking, Ariane (2.200 pts) e Letícia (1.980 pts).

Próxima etapa O período de espera para a etapa final do circuito vai de 16 de novembro a 16 de dezembro, e a competição poderá ser realizada na praia vizinha ao Arpoador, a Praia do Diabo, onde o fundo de areia costuma ser melhor nessa época do ano.

Visual do Arpoador na segunda etapa do circuito.

Circuito ASC 2019

Resultados

Open

1 Bruno Coutinho
2 Anderson Picachú
3 Bernardo Bordovsky
4 Rafael Cury

Grand Master

1 Fernando Xará
2 Fernandinho Leme
3 Marcelo Lacerda
4 Guilherme Penteado

Grand Kahuna

1 Marcelo Boscoli
2 Claudio Chocolate
3 Gugu Buchaúl
4 Fernando Cake

Legends Longboard

1 Roberto Coelho
2 Gian Cacciola
3 Mauro Levy
4 Mingau

Feminino

1 Ariane Mateik
2 Letícia Moraes
3 Mari Taboada
4 Luz Stecca

Sub 16

1 Igor Shibata
2 Nathan Hereda
3 Deriky Silva
4 Hugo Silva

Sub 14

1 Nathan Hereda
2 Igor Shibata
3 Hugo Silva
4 Bernardo Haddock

Sub 12

1 Nathan Hereda
2 João Victor Coutinho
3 João Pedro Doria
4 Ramon Kurpan

Escolinha

1 Pablo Becker
2 Favela Surf Clube
3 Surf Glória
4 Montilho Surf