Cbrasb iguala premiação

Confederação Brasileira de Bodyboarding distribui a mesma premiação para as categorias masculina e feminina na terceira etapa do circuito nacional.

0
Maira Viana e Neymara Carvalho lideram o ranking brasileiro profissional.

A Confederação Brasileira de Bodyboarding divulgou que vai igualar a premiação das categorias masculina e feminina do Capixaba Bodyboarding Brasil, etapa do Circuito Brasileiro de Bodyboarding que acontece entre os dias 16 e 19 de agosto, em Vila Velha.

“Após uma avaliação dos critérios técnicos, em parceria com a Federação de Bodyboarding do Espírito Santo, e atendendo a solicitação do Governo do Estado, a Cbrasb passará a distribuir R$ 20 mil em premiação para as categorias Profissional Masculino e Feminino, igualando os valores para os dois naipes”, diz a nota da entidade.

Ainda segunda a Cbrasb, a decisão foi tomada após reunião com a Secretaria de Estado de Esportes e Lazer (Sesport) e por entender o atual momento de igualdade de gêneros. Importante ressaltar que o bodyboarding feminino é um dos esportes mais vitoriosos do Brasil contando com diversas campeãs mundiais, entre elas Neymara Carvalho, considerada a maior atleta de todos os tempos e dona de cinco títulos do circuito.

Em abril deste ano, a CBSurf (Confederação Brasileira de Surf) anunciou o lançamento do Circuito Brasileiro Profissional com mesma premiação para as categorias masculina e feminina, totalizando R$ 80 mil. Porém, devido à baixa quantidade de inscritas no Feminino, a entidade fez alguns ajustes na premiação. Os oito primeiros colocados recebem os mesmos valores. A diferença é que a CBSurf também premia os atletas eliminados nas quartas do masculino, já que avançam três fases na prova, enquanto as meninas chegam às quartas passando apenas uma bateria.

No mês de maio, a World Surf League (WSL) igualou a premiação entre homens e mulheres no Heroes de Mayo Iquique Pro, etapa do QS 1.500 realizada em Iquique, norte do Chile.