Paredões de Manitiba

Renan Vignoli clica sessão épica de Carlos Burle, Lucas Chumbo, Marcos Monteiro e outros big riders na Laje de Manitiba, Saquarema (RJ).

0

Na última sexta-feira (6), um swell de grandes proporções bombou no litoral fluminense e despertou as ondas da Laje de Manitiba, em Saquarema (RJ).

Nomes como Carlos Burle, Alemão de Maresias e Marcos Monteiro, além de Lucas, João e Gustavo Chianca, desafiaram séries monstruosas que ultrapassaram os 4 metros em uma sessão clicada pelo fotógrafo local Renan Vignoli.

“Tudo começou na quinta-feira, quando o Burle me chamou para ir ao Rio por causa de um swell que prometia na Laje do Gardenal”, conta Vignoli. “Até clicamos algumas fotos por lá, o Lucas (Chianca) pegou um tubaço. Mas, apesar de algumas ondas incríveis, as condições estavam realmente críticas, com a esquerda quebrando bem em cima da pedra”, relata o fotógrafo.

No dia seguinte, o time de big riders resolveu apostar nos canudos da Laje de Manitiba, conhecida como “Teahupoo brasileira”, e o pico mais uma vez não negou fogo.

“Quando chegamos em Jaconé já percebi que estava muito grande, nunca tinha visto uma ondulação quebrar daquele jeito”, diz Vignoli. “Confesso que deu até medo de ir lá fora, pois não tenho nem caixa estanque. Mesmo assim fiquei em cima do jet e consegui clicar a sessão um pouco mais de longe. De tão grande que estava tinha hora que a série quase nos pegava”.

“Ainda não tinha presenciado um mar assim no litoral brasileiro. Foi uma sessão alucinante, também nunca tinha visto a Laje deste jeito. O Burle mesmo disse que a última vez que quebrou assim foi em 2009, há quase dez. Desta vez acertamos na mosca, a onda estava bem estilo Teahupoo e foi incrível”, finaliza Renan.

Confira acima a galeria de fotos da sessão na Laje de Manitiba.