Temporada chega ao fim

Swell não atinge tamanho esperado em Mavericks e sul-africano Grant Baker fica perto do segundo título mundial do Big Wave World Tour.

0
Ainda não é oficial, mas sul-africano Grant “Twiggy” Baker deve ficar com o bicampeonato do Big Wave Tour.

O swell que era esperado para esta semana em Mavericks, Califórnia (EUA), não atingiu o tamanho esperado e a direção de prova divulgou um comunicado de que o evento não deverá será realizado neste ano.

“Monitoramos o swell de perto ao longo de toda a semana. Infelizmente ele não entregará as condições mínimas para a realização da última etapa do  Big Wave Tour”, comenta Mike Parsons, comissário da WSL. “É muito improvável que outra ondulação chegue até o fim da janela de espera”, acrescenta.

Assim, o Big Wave Tour 2018 / 2019 encerrará a temporada no próximo dia 31 de março com duas etapas realizadas: Nazaré e Jaws. Como o fim da janela ainda não chegou, a WSL preferiu não soltar o comunicado oficial, mas o sul-africano Grant “Twiggy” Baker deverá ser coroado bicampeão mundial no final deste mês.

Se a prova em Mavericks não for realizada, o brasileiro Lucas Chianca termina o ranking na terceira posição, empatado com Kai Lenny e atrás do havaiano Billy Kemper. Assim, ele se garante na elite por mais um ano, já que os oito primeiros colocados do ranking levam vaga no próximo ano.

Jaws Challenge 2018, Pe´ahi, HavaíWSL / Hallman
Lucas Chumbo termina ranking na terceira posição e se garante no circuito por mais uma temporada.

Big Wave Tour 2018/2019

Ranking depois de duas etapas

1 Grant Baker (AFR) 16.305
2 Billy Kemper (HAV) 13.345
3 Kai Lenny (HAV) 12.543
3 Lucas Chianca (BRA) 12.543
5 Natxo Gonzalez (ESP) 8.596
6 Albee Layer (HAV) 7.638
7 Alex Botelho (POR) 6.828
8 Tyler Larronde (HAV) 6.366
9 Russell Bierke (AUS) 6.050
10 Nathan Florence (HAV) 5.722