Cada um no seu quadrado

Sebastian Rojas, João Gabriel e Bruno Minhok dividem as cracas ensolaradas do The Rock, Guarujá (SP).

0

A última segunda-feira (25) começou quente e ensolarada para a maioria dos cidadãos brasileiros. A minha não foi diferente, mesmo que neste caso o trabalho não era dentro de um escritório, mas sim levantar cedo para caçar tubos em lajes rasas. Cada um no seu quadrado!

Às vezes sinto saudades de determinada modalidade de fotos. Apesar de ter voltado de uma longa temporada havaiana, estava ávido pelo meu combo fotográfico preferido: lente fisheye e tubos. Se possível, em fundo de pedra.

Mas para matar minha fissura dependo de muitas variáveis. Meu escritório é um imenso território aquático de possibilidades, na qual a patroa é a mãe natureza! É ela quem dita as regras do jogo, o ângulo do swell, a altura da maré e os ventos. Eu só tenho que ficar ligado.

Mas nada se completaria se os dois agentes desta barca também não estivessem antenados: João Gabriel (@jonnygrab), surfista, e Bruno Minhok (@brunominhok), bodyboarder, ambos fissurados por tubos em águas rasas. Se para os bodyboarders não existe onda “indropável”, os surfistas precisam respeitar os limites.

Aqui o jogo consiste em ambos se revezarem entre as séries, fazendo o possível para completarem seus tubos – sem tocar na laje rasa e sua nada amigável cobertura de cracas afiadas.

A saudade de fotografar tubos foi tão rapidamente satisfeita que quando saí da água fiquei rindo à toa. Depois de 120 minutos de sessão, o estúdio foi naturalmente desmontado com a mudança da maré e voltamos para casa com a sensação de dever cumprido.

Até deu para tirar a tarde de segunda para relaxar, editar as fotos e agradecer a dádiva que é morar no litoral. Uma boa semana a todos!