Padang pela sombra

Guga Arruda cava seu espaço nos crowdeados e perfeitos tubos de Padang Padang, Indonésia.

0

O principal motivo para estender ao máximo minha estadia na Indonésia é aumentar a chance de pegar um bom swell em Padang Padang, conhecida como a Rainha de Bali e certamente a melhor onda da ilha. Durante esta temporada, que estiquei até novembro, fui abençoado com duas ondulações em Padang, especialmente no final da época de ondas.

Fiquei hospedado na casa de Alexandre Ribeiro, grande amigo e mestre em Padang. “Xandinho” construiu uma reputação muito especial em uma onda na qual os locais têm muito apreço e não costumam dar muito espaço aos surfistas de fora. Morando lá há vários anos, ele sem dúvidas vem sendo fundamental para o meu desenvolvimento em Padang.

Além da onda ser tão tubular e só quebrar com swell grande, a bancada de Padang é bem rasa, com uma grande mesa de coral bem no local onde o tubo engrossa. Se o cara vacilar, vai parar em cima dessa mesa com a série quebrando na cabeça.

Para completar, o crowd é muito especializado. Padang não é uma onda indicada para surfistas de nível iniciante ou intermediário, só para avançados, dentre eles os locais que têm toda a prioridade no pico. Depois vem os especialistas residentes, como o Xandinho, Bruno Santos, etc. Tube riders do mundo inteiro estão ali no lineup buscando surfar uma onda em Padang.

Além disso, muitos fotógrafos e cinegrafistas se dedicam para registrar este espetáculo. Eu prefiro entrar cedo e passo o dia inteiro na água com o objetivo de surfar uma onda memorável. Nessa temporada peguei algumas e venho construindo o meu espaço com muito respeito e devoção ao pico.

O vídeo acima conta com imagens de Itamar Guimarães, Everton Luis, Alexandre Ribeiro, Pete Frieden, Gaston Lee e Enrique Rodriguez.