Na cola do líder

Gabriel Medina cai em Portugal, enquanto seus concorrentes ao título mundial Filipe Toledo, Italo Ferreira, Jordy Smith e Kolohe Andino avançam às quartas de final do MEO Rip Curl Pro.

0
Filipe Toledo decola em Supertubos e leva decisão do título mundial para o Havaí.

Em um dia de fortes emoções, foram definidos os classificados às quartas de final do MEO Rip Curl Pro, penúltima etapa do Championship Tour que acontece em Peniche, Portugal.

Clique aqui para ver as fotos

A principal surpresa deste domingo (20) em Supertubos foi a eliminação precoce de Gabriel Medina, que teve interferência computada sobre Caio Ibelli e terminou a etapa na nona colocação.

Com as vitórias dos concorrentes diretos ao título mundial Filipe Toledo, Italo Ferreira, Jordy Smith e Kolohe Andino, o troféu de campeão da temporada será decidido na última etapa em Pipeline, Havaí.

Em ondas de meio metro e séries demoradas, foram realizadas todas as baterias das oitavas de final neste domingo. O público mais uma vez compareceu em peso para prestigiar os Tops da elite mundial em ação no litoral lusitano.

Líder do ranking, Gabriel Medina liderava a quinta bateria das oitavas com notas 8.17 e 6.17 e certa tranquilidade, mas não percebeu que Caio Ibelli tinha a prioridade e bloqueou uma tentativa do adversário, sendo penalizado pelos juízes com interferência.

Italo Ferreira defende título da etapa portuguesa.

Com apenas a melhor onda do bicampeão mundial computada, Caio ficou precisando de 2.77 e conseguiu a virada com 3.10 em uma pequena onda, eliminando Gabriel pelo placar de 8.50 e 8.17. “Eu tinha pego uma direita antes, ele (Medina) pegou uma esquerda e eu cheguei no outside antes dele para ganhar a prioridade”, relata Ibelli.

“Aí quando veio a onda, ele estava muito perto de mim, mas vi que a prioridade era minha, então remei com força para aquela onda. Eu sei que ele não comete esse tipo de erro, mas aconteceu, pois era minha vez de pegar a onda. Para mim, o Gabriel é o melhor surfista do mundo e eu o admiro e o respeito muito. Ele realmente venceu a bateria no surfe, mas foi eu que me classifiquei, felizmente”, complementa Caio.

Já os concorrentes diretos na briga pelo título mundial Filipe Toledo, Jordy Smith, Kolohe Andino e Italo Ferreira garantiram vaga nas quartas de final neste domingo.

Vice-líder do ranking, Filipe Toledo – que admitiu ainda sentir dores nas costas – avançou sem sustos no duelo contra o australiano Wade Carmichael. Toledo liderou a bateria do início ao fim e venceu com folga por 14.60 a 9.27. O adversário do surfista de Ubatuba nas quartas será o japonês Kanoa Igarashi.

Kolohe Andino é outro candidato ao título mundial classificado às quartas do MEO Rip Curl Pro.

“Estou feliz em levar o título para ser decidido no Havaí, o que será mais interessante para todos e, também terei mais tempo para me recuperar dessas dores nas costas”, diz Filipe Toledo, que falou sobre a difícil condição do mar no domingo em Supertubos.

“Nesse tipo de mar, tem que ter uma estratégia, um jogo de prioridade (de escolha da onda), saber qual onda escolher e fiz isso bem para sair com o resultado que eu buscava. Está sendo difícil ver toda a galera surfando, treinando e eu só nas baterias por causa das dores. Mas, dou meu máximo e estou conseguindo fazer o meu surfe do jeito que eu quero. Só que sigo o tratamento, porque é uma lesão que leva tempo e eu preciso de repouso. Estou me sentindo abençoado por Deus, por estar conseguindo fazer o que eu mais amo fazer, que é surfar”, acrescenta.

Já o atual campeão do evento Italo Ferreira superou às difíceis condições de Supertubos e tirou bons aéreos da cartola para eliminar o californiano Conner Coffin pelo placar de 13.83 a 10.83.

Quarto no ranking, o potiguar carimbou passaporte às quartas de final e também segue na cola do líder Gabriel Medina. Seu adversário no próximo round é o aussie Jack Freestone. “Foi uma bateria legal e eu só pensava em surfar, em pegar o máximo de ondas possível”, diz Italo Ferreira, que saiu mancando do mar.

“As esquerdas estão boas para mandar os aéreos e foi o que eu fiz. Tentei umas manobras, mas não consegui boas notas, então optei por arriscar mais, mas estava bem difícil pra conseguir velocidade. Eu senti uma lesão em um aéreo hoje (domingo) treinando pela manhã, mas faz parte. Estou muito tempo viajando, sem treinar muito, mas estou cuidando disso. Parece que vai ter uns dias sem evento por causa das ondas que vão diminuir bastante, então terei tempo pra me tratar para mandar bala aqui”, afirma.

View this post on Instagram

@gabrielmedina tem interferência computada sobre @caioibelli e é eliminado nas oitavas de final do MEO Rip Curl Pro Portugal em Supertubos, Peniche. Acompanhe a transmissão ao vivo e confira a cobertura completa em Waves.com.br #RipCurlPro @WSLBrasil #Portugal #Surf #Surfing #WSL #ChampionshipTour #Peniche #Supertubos

A post shared by Waves (@wavesbr) on

Terceiro e quinto do ranking, Jordy Smith e Kolohe Andino abrem as quartas de final em um confronto direto, enquanto os brasileiros Caio Ibelli e Peterson Crisanto fazem o outro duelo do round dos oito melhores.

Peterson Crisanto novamente deu show em Supertubos e abusou do repertório de aéreos para somar 14.34 pontos e vencer um confronto de alto nível contra Jessé Mendes, autor de 12.46 no somatório.

Já o cearense Michael Rodrigues perdeu para o californiano Kolohe Andino na segunda bateria das oitavas e foi a terceira baixa brasileira do dia.

Quem também despediu-se do evento em Portugal foi o norte-americano Kelly Slater, derrotado pelo japonês Kanoa Igarashi na quarta bateria das oitavas.

No feminino, Tatiana Weston-Webb avançou às quartas de final e já garantiu por antecipação seu lugar nas Olimpíadas de Tóquio 2020. Silvana Lima foi eliminada e terminou a etapa em nono.

A previsão indica ondas ainda menores nesta segunda-feira (21), mas com ventos favoráveis no litoral português. Uma nova chamada acontece às 4 horas (de Brasília).

View this post on Instagram

🇧🇷 @filipetoledo adia a decisão do título mundial para o Havaí, depois de vencer sua bateria do MEO Rip Curl Pro Portugal, em Supertubos, Peniche. Acompanhe a transmissão ao vivo e confira a cobertura completa em Waves.com.br 🎤: @fernandoiesca #RipCurlPro @WSLBrasil #Portugal #Surf #Surfing #WSL #ChampionshipTour #Peniche #Supertubos

A post shared by Waves (@wavesbr) on

View this post on Instagram

🇧🇷 @caioibelli avança às quartas de final do do MEO Rip Curl Pro Portugal e fala sobre a interferência computada para Gabriel Medina durante o confronto em Supertubos, Peniche. Acompanhe a transmissão ao vivo e confira a cobertura completa em Waves.com.br 🎤: @fernandoiesca #RipCurlPro @WSLBrasil #Portugal #Surf #Surfing #WSL #ChampionshipTour #Peniche #Supertubos

A post shared by Waves (@wavesbr) on

View this post on Instagram

@peterson_crisanto garante sua vaga nas quartas de final do MEO Rip Curl Pro Portugal em Supertubos, Peniche. Acompanhe a transmissão ao vivo e confira a cobertura completa em Waves.com.br 🎤: @fernandoiesca #RipCurlPro @WSLBrasil #Portugal #Surf #Surfing #WSL #ChampionshipTour #Peniche #Supertubos

A post shared by Waves (@wavesbr) on

View this post on Instagram

@italoferreira garante sua vaga nas quartas de final do MEO Rip Curl Pro Portugal 2019 em Supertubos, Peniche. Na entrevista acima ele fala de sua atuação e na dor que sentiu na perna esquerda ao término da bateria. Acompanhe a transmissão ao vivo e confira a cobertura completa em Waves.com.br 🎤: @fernandoiesca #RipCurlPro @WSLBrasil #Portugal #Surf #Surfing #WSL #ChampionshipTour #Peniche #Supertubos

A post shared by Waves (@wavesbr) on

MEO Rip Curl Pro 2019

Oitavas de final

1 Jordy Smith (AFR) 10.84 x 3.76 Griffin Colapinto (EUA)
2 Kolohe Andino (EUA) 14.84 x 11.57 Michael Rodrigues (BRA)
3 Filipe Toledo (BRA) 14.60 x 9.27 Wade Carmichael (AUS)
4 Kanoa Igarashi (JAP) 10.53 x 9.10 Kelly Slater (EUA)
5 Caio Ibelli (BRA) 8.50 x 8.17 Gabriel Medina (BRA)
6 Peterson Crisanto (BRA) 14.34 x 12.46 Jessé Mendes (BRA)
7 Italo Ferreira (BRA) 13.83 x 10.83 Conner Coffin (EUA)
8 Jack Freestone (AUS) 13.83 x 12.40 Soli Bailey (AUS)

Quartas de final

1 Jordy Smith (AFR) x Kolohe Andino (EUA)
2 Filipe Toledo (BRA) x Kanoa Igarashi (JAP)
3 Caio Ibelli (BRA) x Peterson Crisanto (BRA)
4 Italo Ferreira (BRA) x Jack Freestone (AUS)