Anuar chega junto

Anuar Chiah é destaque no segundo dia do Hang Loose Surf Attack em Ubatuba (SP).

0
Anuar Chiah é destaque no segundo dia do Hang Loose Surf Attack em Ubatuba (SP).

Na disputa pelo bicampeonato Petit, categoria que reúne os caçulas com até 10 anos de idade, o paranaense Anuar Chiah garantiu os recordes do Hang Loose Surf Attack, neste sábado (20), na Praia de Perequê-Açu. A competição termina neste domingo (21) com a previsão de ondas grandes e transmissão ao vivo pela internet, no site da Federação Paulista de Surf.

Clique aqui para ver as fotos

O campeonato de base mais tradicional do surf brasileiro, realizado há mais de três décadas e que já revelou grandes nomes do cenário mundial, começou sexta-feira com 236 atletas de sete estados e até do exterior (Equador). Em ação, seis categorias – júnior (até 18 anos), mirim e feminina (no máximo 16 anos), iniciante (sub14), estreante (limite de 12 anos) e petit (10 anos para baixo), além da disputa por cidades.

Inicialmente, o evento estava marcado para a Praia de Itamambuca, mas foi transferido para Perequê-Açu, visando a segurança dos competidores, sobretudo os mais novos, alguns com sete, oito anos de idade. A decisão se mostrou acertada com os surfistas aprovando o novo palco, que recebe pela primeira vez na história o Hang Loose Surf Attack e, além de boas ondas, conta com um ambiente positivo.

Daniel Adisaka também brilha nas ondas de Perequê-Açu.

O segundo dia da 2ª etapa do ranking foi disputado com sol, novamente, boas ondas, e o surfista de Matinhos soube aproveitar bem o potencial do mar para ter a maior média até o momento,16,25 pontos, de 20 possíveis, com direito à melhor nota até agora, um 8,5, igualando-se ao catarinense e também campeão em 2018, Heitor Mueller. “Estou bem feliz, com essa onda excelente e quero ir com tudo para ganhar essa etapa”, afirma o atual campeão do Circuito na petit e que na etapa inicial, em Maresias, ficou em segundo lugar.

Ainda entre os destaques do sábado, dois atletas nascidos e criados em Ubatuba e com títulos paulistas no currículo. Daniel Adisaka, que nos dois últimos anos comemorou as conquistas na mirim e na júnior, respectivamente, garantiu um 8,25, somando 15,25, entre os mais velhos da sub18. Diego Aguiar, que já havia se destacado na sexta-feira, tem a segunda maior média, 15,85 pontos, na sub16.

Na lista das melhores performances, mais um atleta de fora de SP, o paraibano Yuri Barros, com 14,75 pontos na iniciante (sub14). Daniel Adisaka, que atualmente compete por São Sebastião, aparece novamente entre os top 5 com 14,40. Entre as meninas, Sophia Gonçalves, também de São Sebastião, teve a melhor performance no round 1. Já na estreantes, com duas fases disputadas, Daniel Duarte, de Bertioga, garantiu a melhor apresentação até o momento.

Diego Aguiar tem ótimas atuações na prova.

Neste domingo, o campeonato recomeça às 8 horas e logo cedo uma das atrações será a categoria feminina, com a estreia de Sophia Medina, defendendo a liderança do ranking e em busca do bicampeonato. As finais estão previstas a partir das 12h30. Em paralelo às disputas, a criançada segue curtindo as várias brincadeiras, gincanas e ações socioambientais promovidas nas tendas da Hang Looose e parceiros do evento, sob o comando do sempre animado Júlio Ozório, o Brô.

O Hang Loose Surf Attack 2019 tem os patrocínios de Sthill, Super Tubes, Surf Trip, Kyw, Overboard Action Sports Store, Hot Water, Rhyno Foam e CT Wax. Apoios da Prefeitura Municipal de Ubatuba, Associação Ubatuba de Surf (AUS), Governo do Estado de São Paulo/Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, com divulgação de Waves e FMA Notícias. Organização da Federação Paulista de Surf.